Página Inicial » Brasil

Datena chama pastor que cheirou a Bíblia de “mané”

O pastor Lucinho Barreto apareceu em uma foto cheirando a Bíblia como se fosse cocaína e gerou muita polêmica.

por Leiliane Roberta Lopes


A polêmica gerada pelo pastor Lucinho Barreto que tirou uma foto cheirando a Bíblia como se fosse cocaína chegou à televisão. O apresentador José Luiz Datena, do programa Brasil Urgente, chegou a criticar o líder dos jovens da Igreja Batista da Lagoinha e a chamá-lo de “mané”.

O apresentador da Band considerou a atitude do pastor uma profanação e ainda disse: “Se fizesse isso com o Alcorão, degolariam o cara”. A TV filiada da Band em Belo Horizonte chegou a entrevistar o pastor para que ele se explicasse, mas Datena não quis ver a o VT até o final.

“Pode tirar do ar, esse cara está pinel. Isso é a profanação do Livro Sagrado, da Palavra de Deus, essa foto é uma síntese, nem coloca mais no ar isso”, disse o apresentador. Datena ainda opina sobre a explicação dizendo que para falar de Deus não precisa muito e que não é necessário apelar.

Pastor Lucinho cheirando Biblia Datena chama pastor que cheirou a Bíblia de mané

Na semana passada Lucinho Barreto gravou um vídeo dizendo que cheirar a Bíblia foi a menor loucura que ele já cometeu, pois em outras situações ele chegou até mesmo a comer uma Bíblia feita de papel comestível para ensinar aos jovens que é necessário ser louco pela Palavra.

Assista ao vídeo do programa Brasil Urgente: