Página Inicial » Mundo Cristão

Congregação Cristã no Brasil enfrenta escândalos e dissidências

Parecido com o que acontece nas ADs a CCB passa por crises internas em seu centenário

por Gospel Prime


Fundada em 1910 a Igreja Congregação do Brasil ocupava em 2000 o 6º lugar no ranking mundial em número de membros pentecostais, de acordo com a Pentecostalism Encyclopedia (Enciclopédia Pentecostal – uma publicação americana que monitora o crescimento dos pentecostais no mundo), mas hoje a denominação tem passado por um série de escândalos e dissidências que tem dividido e afastados seus fiéis.

A CCB evita qualquer tipo de contato com a A.D. Ao se referir a A.D – e também as demais igrejas evangélicas – a CCB utiliza o termo pejorativo de “primos”. Aos que decidem frequentar suas congregações, ordena que sejam novamente batizados e se submetam a regras rígidas de comportamento e de expressão social. Caso seja pego em prática de adultério, o membro é destituído de suas obrigações na Igreja e evita-se qualquer tipo de contato com ele – isso porque, segundo eles, o adultério é um pecado contra o Espírito Santo ao qual não existe possibilidade de perdão.

Interpretações como essas e outras mais são um dos motivos do surgimento de inúmeros grupos dissidentes da Congregação Cristã no Brasil, ainda na década de 50. A primeira ruptura de que se tem notícia ocorreu no alto escalão da CCB, com a saída do cooperador Aldo Ferreti que abdicou do seu cargo para fundar a Igreja Renovadora Cristã.

Nos anos seguintes novos grupos dissidentes surgiram da CCB, tais como:

Igreja Cristã Remanescente (fundada em 1967 pelo ancião Nilson Santos, em Telêmaco Borba, PR);

Congregação Cristã no Brasil Renovada (fundada em 1991 pelo ancião José Valério, em Goiás);

Congregação Cristã do Sétimo Dia (fundada em 1993 pelo ancião Luiz Bento Machado, em Santa Catarina);

Congregação Cristã Apostólica (fundada em 2001 pelo cooperador Antônio Silvério Pereira, em Aparecida de Goiás, GO. Surgiu de uma fusão da Congregação Cristã no Brasil com a Igreja Renovação Cristã);

Congregação Cristã Moriá (fundada em 2004 por Saulo Corcovado Macedo, em Mairinque, SP);

Além de dissidências, a CCB se vê às voltas por uma crise que vem se arrastando desde 2000 e que tem causado prejuízos incalculáveis à instituição. De um lado, há os que argumentam haver um “complô” contra o Conselho, enquanto outros dizem possuir evidências que comprovariam corrupção, homossexualismo e prostituição envolvendo o líder máximo da CCB, o ancião e ex – presidente mundial José Nicolau.

Afastado de sua função no final de 2000, Nicolau – que teria sido alvo de um processo judicial movido por Mário e Lúcio – teve sua credencial definitivamente cassada por ocasião de uma assembléia realizada entre os dias 09 e 13 de abril de 2001, quando Jorge Couri – até então vice – presidente da CCB – interveio para que Nicolau fosse de fato expulso da presidência e abrisse caminho para sua posse. O que de fato ocorreu. Concluído o processo contra José Nicolau, Couri foi empossado como o novo presidente da Congregação Cristã no Brasil e uma nova batalha judicial teve início.

Jorge Couri foi empossado presidente e José Nicolau seguiu impedido de exercer seu ministério. No entanto, passados alguns dias da posse de Couri, o motorista Sérgio – que segundo a circular teria se arrependido das acusações – procurou o ex-presidente para revelar os detalhes da conspiração criada por Couri e Jeremias Guido. Mesmo após as revelações do motorista, nada foi feito pela Comissão para reverter o quadro.

Há pelo menos 11 anos Couri segue na direção da CCB e enfrenta acusações de desvio de verbas – algo em torno de 20 milhões -, acobertamento de anciões e falsidade ideológica. Juntamente com Jeremias Guido e Sergio Anísio Soares Alves (o motorista), Couri é alvo de um processo impetrado na 8º Delegacia de São Paulo – IP 343/2008, com acusações de estelionato e crime contra a honra. Dois anos antes, o comerciante e membro da CCB de Piedade, José Aparecido da Cruz, foi acusado pelo Ministério Público de ter desviado R$ 19. 962 00 do setor de assistência social da Igreja. Casos como esse demonstram que a corrupção saiu do alto escalão da CCB para se alastrar pelas congregações, havendo até mesmo denúncias de estelionato envolvendo anciões do Japão e em outros países onde a instituição se faz presente (algo em torno de 80).

Além de processos judiciais, Couri também acumulou inimigos dentro e fora da CCB. Grupos reformistas, como a CCB a Verdade – um site criado por anciões que veicula denúncias contra o atual presidente e prega o retorno ao “primitivismo congregacional” – tem deflagrado uma crise sem precedentes dentro da instituição. Mudanças na liturgia – como a proibição de os membros darem glória a Deus nos cultos e a forma de coleta da oferta da piedade – também são motivos de desentendimentos e troca de acusações. Um dossiê completo sobre a crise na CCB pode ser visto no site ccbverdade.com.br e no Scribd.

Não por acaso, a crise vivida pela CCB ocorre em meio às comemorações do centenário – algo semelhante acontece na CGADB, com denúncias envolvendo os líderes da Assembleia de Deus do Belém, como favorecimento da família Bezerra da Costa e problemas nas contas da Convenção. Ambas as instituições fazem parte da chamada “onda Pentecostal” (termo utilizado pela imprensa e estudiosos do pentecostalismo) que demarcaram o início do Pentecostalismo no Brasil, lá pelos idos do começo do século XXI. Por triste coincidência, adentraram ao centenário em meio a uma crise sem precedentes e que promete abrir novas feridas nas duas principais representantes do pentecostalismo brasileiro – embora, como dissemos, existam inúmeras diferenças entre a irmandade e os assembleianos. No entanto, este é um tema para uma futura reflexão.

Com informações INPR Brasil


Leia mais...


Comentários

Comentários

  1. Fagner Marques Chaves Chaves

    Muita gente nao sabe

  2. Carlos Albuquerque

    AMÉM Deus vos abenções

  3. Carlos Albuquerque

    Ivani, Deus te abençõe por esta luz, as hostes satanicas da maladade estão se levantano nos lugarres celestiais, creio que se a Obra de Deus vir a minguar Deus guiara o seu povo ( rebanho) para um novo aprisco, resta a nos manter a fé, a esperança e a caridade não se deixemos corromper com as coisas levianas e infrutiferas

  4. Anônimo

    bom meu irmão li seu comentario e gostaria de ser portador das bençaos que o pai tem lhe reservado, nao sei nem como te dizer para não te magoar mais em nome de jesus eu lhe digo não vamos generalizar pois eu ja tomei tanto golpes das mais variadas formas possiveis e imaginaveis ao nossos olhos , e nem por isso eram servos de deus ou se diziam ser , eu vou hoje memo na minha humilde oraçao antes de dormir vou entregar essa causa para o nosso pai, e se for possivel faz também , não digo que aceito mas o perdão já esta em nos , e depois saiba que nao somos o dono do mundo mais somos os filhos do dono então qual herança que herdamos e o que esta em nos fica com Deus tudo bem um forte abraço .valeuuu ([email protected]) até

  5. Anônimo

    minha irmã que a paz realmente de Deus permaneça em seu coração e de sua famila e o amor de cristo em suas mentes para que possamos olhar de todos os orientes mais primeiramente o de dentro do conhecimento da sabedoria e principalmente do entendimento para com todos . não esquecendo que sempre vai estar o joio no meio do trigo e ja ouvi e vi muito mais do que isso no meio do povo cristão, pois minha familia pertence a ccb mais de 40 anos tenho parentes com ministerio na mesma sou muito grato em poder escrever para ti mais uma pessoa que conheci. hoje mesmo da um presente para alguem de coração se requerer alguma data comemorativa essa tem um valor imensuravel ,fica com o pai pois ele esta contigo ; paz de deus ,se sentir de fazer algum contato estarei sempre a disposição ([email protected])

  6. Anônimo

    Fiz um contrato com um membro da igreja CCB de Maringá no Paraná , para uma construção de uma casa, se dizia uma pessoa temente a Deus , mas ele fez tudo para tentar quebrar o contrato e levar a minha entrada de R$ 21.700,00 reais
    e acabei perdendo está entrada, como uma pessoa que se diz um servo de Deus faz de tudo para ficar com o dinheiro do proximo, so perdi dinheiro com este povo da Congregação Cristã do Brasil um bando que só pensa em levar vantagem para si próprios

  7. Ivani FMattar

    Deus colocará a verdade no telhado, nunca ouvi falar dessas coisas escritas acima, a perseguição é grande e será pior no final dos tempos. Esta obra é uma obra de amor, não nos jogamos num buraco se vemos o nosso próximo se jogar , aquilo que não conhecemos não nos cabe julgar, e aquele que julga , primeiramente olhe para o seu erro tambem. Ninguem é perfeito senão Jesus, ninguem mais subiu ao céu, somente ele, Deus os abençõe.

  8. Zaqueu Moreira Santos

    Essas igrejas pentecostais cedo ou tarde sempre produzem escândalos, porque estão fora da Palavra de Deus, são igrejas que fazem parte da mesma religião pentecostal.