Página Inicial » Brasil

Evangélicos crescem 61% em 10 anos, aponta censo do IBGE

Católicos tiveram queda histórica segundo instituto de pesquisas

por Jussara Teixeira


Dados do Censo Demográfico divulgados nesta sexta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostraram que o numero de evangélicos no Brasil aumentou 61,45% em 10 anos.

O crescimento vem se mostrando gradual: em 1980, o percentual de evangélicos era de 6,6%; em 1991, passou a 9%. Já em 2000, cerca de 26,2 milhões se disseram evangélicos, ou 15,4% da população. Em 2010, eles passaram a ser 42,3 milhões, ou 22,2% dos brasileiros.

Segundo instituto de pesquisas, houve uma queda histórica no percentual de católicos.  O número de católicos em 2010 foi de 123,3 milhões, cerca de 64,6% da população. No levantamento feito em 2000, eles eram 124,9 milhões, ou 73,6% dos brasileiros. A queda foi de 1,3%. Os católicos, no entanto, ainda são maioria.

De acordo com o G1, as décadas anteriores também mostram a diminuição dos fieis ligados à Santa Sé: em 1872, eles representavam 99,7% da população e passaram a 91,8% em 1970.

Entre as regiões com predominância de católicos está o Nordeste, que mantem 72,2% da população. E mesmo na região tradicionalmente ligada ao catolicismo, o percentual de fieis caiu. Para efeito de comparação, em 2000, o percentual era de 79,9%.

Mas a maior redução foi registrada pelo instituto no Norte. A população ali passou de 71,3% da população em 2000 para 60,6% em 2010.

O censo divulgado constatou ainda que, ao mesmo tempo em que houve diminuição dos católicos, o número de evangélicos cresceu com maior volume nas regiões Norte e Nordeste.

O IBGE constatou ainda que 15 milhões de pessoas se declararam sem religião no Censo de 2010, o que representa 8% dos brasileiros. Em 2000 eram 12,5 milhões, o equivalente a 7,3% da população.