Página Inicial » Internacional

Igreja onde fiéis assistem ao culto nus causa polêmica

Muitos fiéis estão acostumados a vestir suas melhores roupas aos domingos, quando vão para o culto em suas igrejas. Contudo,...

por Jarbas Aragão


Muitos fiéis estão acostumados a vestir suas melhores roupas aos domingos, quando vão para o culto em suas igrejas. Contudo, esse conceito foi abolido para os membros de uma pequena congregação no Estado da Virgínia, onde a opção é louvar a Deus sem roupa.

A Capela de White Tail, localizada na cidade de Ivor, fica dentro do parque White Tail, uma “comunidade nudista familiar”, inaugurada em 1984. É um conhecido local de encontro de nudistas durante na região da Virgínia. Mais de 10.000 pessoas o visitaram no ano passado.

A “igreja” não proíbe que se vá ao culto vestido. Os membros geralmente vão sem roupas, alguns preferindo usar apenas a parte de baixo. Contudo, alguns poucos continuam preferindo vestir algo. “Aqui não há uma sensação de que você precisa ser melhor do que o outro, fisicamente” explica o pastor Allen Parker. “Somos seres humanos, temos cicatrizes, somos o que somos…É preciso aceitar
isso”.

Katie não era um naturalista, como gosta de ser chamada, quando conheceu seu marido, Robert, mas ela rapidamente se apaixonou por sua filosofia de vida. Eles se casaram na Igreja de White Tail.

“Depois que casamos e começamos a frequentar aqui, esse lugar se tornou nossa família”, explica. “Sinto que todos aqui estão dispostos a me ajudar se eu precisar”. Seu marido concorda: “As pessoas estão mais abertas, tanto para ouvir a Palavra de Deus quanto para debater sobre a Palavra de Deus”.

O pastor Parker justifica a prática, explicando que Jesus estava nu durante alguns dos momentos mais importantes da vida. “Quando ele nasceu estava nu, quando foi crucificado estava nu e quando ressuscitou deixou suas roupas no túmulo e estava nu. Se Deus nos fez assim, como isso pode ser errado?”, questiona.

Parker diz que todos que visitam a comunidade nudista veem um ambiente livre do “julgamento social”, onde todos são iguais. E vai além: “Eu considero isso um presente e um privilégio que Deus me deu. Eles estão entendendo melhor o que significa ser uma comunidade, ter uma família. Temos uma igreja com mais pessoas comprometidas que a maioria das outras ao nosso redor. Pode comparar nossa frequencia com as outras igrejas aqui da região”. Com informações de CNN e Daily Mail


Leia mais...


Comentários