Página Inicial » Internacional

A maioria dos fiéis não lê a Bíblia diariamente, afirma estudo

Menos de 20% dos evangélicos mantém o hábito diário da leitura e estudo das Escrituras.

por Jarbas Aragão


Enquanto a maioria dos fiéis o desejo de honrar a Cristo com suas vidas, um estudo recente descobriu que poucos realmente se dedicam à leitura e estudo pessoal das Escrituras.

“Leitura da Bíblia” é um dos oito atributos do discipulado investigado no estudo “Discipulado Transformador” realizado pelo Instituto LifeWay Research. A avaliação proposta visa medir o crescimento espiritual de um indivíduo em cada uma dessas áreas de desenvolvimento. A pesquisa constatou que 90% dos fiéis afirma que desejam “agradar e honrar a Jesus em tudo o que faço”, e 59 % concordam com a declaração: “Durante o dia eu penso em algum momento sobre as verdades bíblicas.”

Embora a maioria concorde com ambas as declarações, existe uma diferença significativa na intensidade disso. Quase dois terços dos fiéis (64 %) concordam fortemente com a primeira afirmação, mas apenas 20 % concordam com a segunda. No entanto, quando perguntado quantas vezes lê a Bíblia pessoalmente (não durante um culto):

  • 19 % respondeu “todos os dias.”
  • 26 % dizem que fazem isso “algumas vezes por semana”
  • 14 % dizem que leem a Bíblia “uma vez por semana”
  • 22 % dizem que “uma vez por mês” ou “algumas vezes um mês”
  • 18 % dizem que “raramente/nunca”

O pastor Ed Stetzer, presidente da LifeWay Research afirmou: “A leitura da Bíblia causa impacto em praticamente todas as áreas de crescimento espiritual. Você pode seguir a Cristo e ver o cristianismo como fonte da verdade, mas se essa verdade não permeiam seus pensamentos, aspirações e ações, você não está totalmente envolvido com a verdade. A Palavra de Deus é a verdade, por isso ler e estudar a Bíblia ainda são as atividades que têm o maior impacto sobre a maturidade espiritual. Você simplesmente não vai crescer na fé se não conhecer a Deus e passar tempo com a Sua Palavra”.

A pesquisa também revela seis ações que impactam positivamente a fé dos cristãos:

  1. Confessar que tem falhado e pedir perdão a Deus.
  2. Acreditar em Jesus Cristo como o único caminho para o céu
  3. Tomar a decisão de obedecer ou seguir a Deus com a consciência de que essa escolha  pode ser dolorosa. Sessenta e três por cento dos entrevistados dizem ter feito isso pelo menos uma vez nos últimos seis meses.
  4. Orar pela salvação das pessoas que eles conhecem e que ainda não são cristãos.
  5. Ler algum livro que contribua para seu crescimento espiritual. Sessenta e um por cento  dos fiéis dizem ter feito isso no último ano.
  6. Ser discipulado individualmente por um cristão mais maduro espiritualmente. Menos da metade dos fiéis (47 %) dizem que foram discipulados assim.

O pastor Stetzer entende que quase todos os fiéis querem honrar a Deus, porém mais de um terço indicam que essa obediência não ocorre quando existe um preço a pagar. Essas descobertas sobre a leitura da Bíblia ou falta desse hábito são parte do maior estudo sobre discipulado dos últimos tempos. Os resultados dessa extensa pesquisa sobre a maturidade espiritual continuarão a ser publicados ao longo dos próximos meses.

O objetivo da LifeWay Research com essas entrevistas entre pastores, igrejas e indivíduos visando medir a maturidade espiritual através de um questionário online é preparar material de estudo que supra as carências detectadas nessas entrevistas. Foram preenchidas 2.930 avaliações por cristãos que frequentam regularmente uma igreja evangélica.

Traduzido e adaptado de Baptist Press


Leia mais...


Comentários

Comentários

  1. Nicholas Braga

    Bom, o exemplo mais comum a ser usado é o dos políticos, tipo: "todos os políticos são corruptos? Não tem uns ali que se salvam". Vou usar exemplo do futebol. Hoje em dia, os jogadores, por exemplo do vasco, todos eles jogam por amor a camisa, ou por causa do salário? É lógico que uns tem mais amor a camisa do que outros que tem amor ao salário que recebem. Mas tendo amor a camisa ou não, eles não deixam de ser do vasco, ou deixam? Pois é, não deixam. Você não deveria se surpreender com essas coisas, porque essas coisas são feitas por nós, seres humanos, seres cheios de falhas. Você falando dos que não leem a bíblia, mas você já leu ela toda? Porque você não pode opinar sobre um carro, sendo que nunca dirigiu ele. A bíblia fala o seguinte: "Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos." (Mateus 22:14). Eu já estou lendo a bíblia pela segunda vez, e creio que faço parte daqueles que amam a camisa do seu time, e dos poucos escolhidos, como diz a passagem bíblia. #reflita ;)

  2. Avelar Jr

    Por que é que eu não me surpreendo de as coisas serem como são? Primeiro todo mundo se acha cristão, depois os que se dizem tais não se importam com nada. Há alguma surpresa em tamanha obviedade?

  3. Fla Sts

    A Bíblia não somente forma o alicerce duma vida efetiva de oração, mas é fundamental em qualquer outro aspecto da vida cristã. Enquanto a oração é a maneira primária de nos comunicarmos com Deus, a Bíblia é a maneira primária de Deus se comunicar conosco.

  4. Eliane Santos

    É preciso ler a bíblia todos os dias.

  5. Natanael Genoel

    Por isso muitos cristãos são fracos diante o inferno!

  6. Kelly Cristina Beraldo

    é!