Página Inicial » Mundo Cristão

Marco Feliciano comenta desejo de ser presidente do Brasil

Este não é só um sonho meu, mas um sonho de cada evangélico neste país, diz o pastor.

por Michael Caceres


Com quarenta anos de idade e um ministério reconhecido em todo o mundo o deputado federal, Pastor Marco Feliciano vê seu nome sendo cotado para ser mandatário do país.

A famosa frase: “Sonhe e ouse sonhar, você nunca irá além de seus sonhos”. Foi trocada por um sonho: “Sonho com o dia em que o Presidente da República vai abrir o programa ‘Voz do Brasil’ dizendo: ‘Eu cumprimento o povo brasileiro com a paz do Senhor'”, diz Feliciano sempre que  tem a oportunidade. Este seu sonho já rendeu até campanha nas redes sociais.

Feliciano tem uma agenda lotada, no total visita algo em torno de 300 igrejas por ano e calcula-se que ao menos um milhão de fiéis ouvem sua voz todo o ano. Sua pregação condena o aborto, o uso de drogas, a prostituição e confronta os militantes do Movimento LGBT que acusam a Bíblia de ser homofóbica e desejam tornar crime a opinião contra a prática homossexual.

Feliciano tornou-se um político influente. Nas redes sociais suas contas atingem algo em torno de 2,5 milhões de pessoas. Tem atuado diretamente nas principais decisões em Brasília e se manifestado publicamente contra o que chama de “destruição dos valores familiares”.

Recentemente em um culto que teve a participação do candidato a prefeito de São Paulo, José Serra, o preletor foi o pastor Marco Feliciano que falou sobre seu desejo de ter um presidente evangélico no Brasil e ainda afirmou que há “estratégias do diabo” para impedir que um “cristão” governe o país.

“Este não é só um sonho meu, mas um sonho de cada evangélico neste país. Saber que somos o país com maior crescimento no número de evangélicos e que temos que enfrentar projetos absurdos como os condidos na reforma do Código Penal. Eu sonho com o governo dos justos e com o dia em que o presidente desta nação vai ouvir o que cada pastor tem a dizer sobre estes projetos”, comentou Feliciano.


Leia mais...


Comentários