Página Inicial » Mundo Cristão

Silas Malafaia defende IURD das acusações de estelionato contra os fiéis; “Isto é perseguição religiosa”

Para ele o MP está dizendo que a petição de ofertas e dízimos é estelionato para poder acusar outras denominações

por Leiliane Roberta Lopes


O pastor Silas Malafaia usou seu programa, que foi ao ar no sábado, 17, para chamar a atenção em um ponto específico da acusação do Ministério Público de São Paulo contra a Igreja Universal do Reino de Deus.

Em uma parte da acusação apresentada contra Edir Macedo e outros três dirigentes da IURD há um trecho que diz ” O grupo cometia estelionato contra os fiéis, oferecendo falsas promessas e ameaças de que o socorro espiritual e econômico somente alcançaria aqueles que se sacrificassem economicamente pela igreja”.

De acordo com o pastor assembleiano o MP pode usar esse mesmo texto para acusar outras denominações, dizendo que o ato de pedir dízimos e ofertas se trata de estelionato. “Não vem querer tocar em igreja evangélica com isso não, porque isso aqui é perseguição religiosa”, disse Malafaia.

Ele diz que não vai contestar sobre a parte do processo que fala sobre o envio de remessas de dinheiro e evasão de divisas, mas sobre o caso sobre a petição de dízimos e ofertas. “Isso aqui é um perigo, vão mexer na Igreja Católica? Vão tocar?  Porque lá também tem campanha, lá também tem medalinha de benção. Nós temos que ficar atentos, querem tocar em uma para tocar nas outras, daí vai chamar todo mundo pra briga”, disse ele.

Malafaia falou sobre isso no final do programa onde ele respondeu sobre as polêmicas causadas pelos bispos da IURD sobre a manifestação pentecostal e sobre os cantores evangélicos.

Assista:


Leia mais...


Comentários