Página Inicial » Política

Silas Malafaia promete descer a “borduna” no PT por causa de declarações sobre evangélicos

As proporções sobre a fala do secretário-geral da Presidência tem gerado polêmica também em Brasília

por Leiliane Roberta Lopes


O pastor Silas Malafaia já se manifestou em seu site sobre as declarações do ministro Gilberto Carvalho (PT) que afirmou recentemente que é necessário que seu partido tire a classe C das influências ideológicas de líderes religiosos. Agora o pastor assembleiano promete tratar do tema em seu programa “Vitória em Cristo” no mês de março.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim o pastor assembleiano prometeu “descer a borduna” no Secretário-Geral da Presidência por ter atacado os líderes evangélicos. “O PT está dando um tiro no pé atacando os evangélicos. Eles vão se ferrar”, disse Malafaia.

O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo não foi o único a se pronunciar contra Gilberto Carvalho. Na quarta-feira, 8, o senador Magno Malta chegou a chamá-lo de “safado” já que o próprio ministro o procurou na época da eleição pedindo apoio para que Dilma ganhasse apoio dos religiosos.

Na quinta-feira, 9, foi a vez do deputado federal Marco Feliciano usar seu tempo na Câmara para comentar o caso. Para ele as declarações do ministro são “preocupantes” e por isso precisavam ser comentadas.

O mal estar criado entre evangélicos e o Partido dos Trabalhadores fez com que a presidente Dilma Rousseff enviasse uma declaração dizendo que a fala de seu secretário era um comentário político e não uma proposta de seu governo. Agora Gilberto Carvalho quer se encontrar com Magno Malta para tentar pacificar a relação entre evangélicos e o PT.