MENU

14 cristãos nigerianos foram mortos após “culto da virada”

Vítimas voltavam para casa quando foram surpreendidas pelos jihadistas


Soldados da Nigéria
Soldados da Nigéria

14 pessoas foram mortas por islâmicos armados na madrugada de segunda-feira, quando regressavam de um “culto da virada” em Port Harcourt, no sul da Nigéria, confirmam as autoridades.

“Por volta da meia-noite e meia homens armados dispararam contra um grupo de fiéis”, explicou Ugochi Olugbo, parente de uma das vítimas. Ele explicou que elas estavam voltando para casa, quando foram cercadas e mortas.

A emboscada ocorreu em Omoku, cerca de 90 quilômetros de Port Harcourt, capital do estado de Rivers. Um policial, que pediu anonimato, revela que “14 morreram na hora e outras 12 pessoas ficaram feridas e foram levadas para o hospital local”.

Leia mais

Nnamdi Omoni, porta-voz da polícia do estado de Rivers, ressalta que o número de vítimas não foi confirmado oficialmente.

Os ataques a cristãos na Nigéria vêm aumentando nos últimos meses. Além dos jihadistas do Boko Haram, membros da etnia fulani vem sistematicamente perseguindo e matando “não muçulmanos” em diversos pontos do país. Com informações de Times of Israel

 



Assuntos: ,


Deixe sua opinião!