Mais antigo exemplar da Bíblia ilustrada está na Etiópia

Os Evangelhos de Garima são datados entre 330 e 650


Mais antigo exemplar da Bíblia está na Etiópia

A cópia mais antiga ilustrada da Bíblia é conhecida como os “Evangelhos de Garima”. Há séculos eles estão guardados em um monastério remoto no norte da Etiópia. Eles receberam esse nome por que, segundo a tradição, foram copiados manualmente pelo monge Abade Garima.

Segundo especialistas britânicos, o manuscrito por muito tempo foi tratado como uma relíquia do século XI. Contudo, exames mais precisos e mais rigorosos pelo método do carbono 14 indicam que sua origem está entre os anos 330 e 650.

Relatos históricos dão conta que Garima chegou à Etiópia no ano 494, vindo de Constantinopla, atual Istambul. Ele teria copiado os Evangelhos sobre peles de cabra em apenas alguns dias. O registro foi em língua semítica, comum em parte da Etiópia desde o século III, mas que desapareceu como língua falada no século XIV. Como língua literária, sobrevive até hoje.


Professor Cria Curso Online p/ Bacharel Livre em Teologia com VÍDEO AULAS


Além do texto bíblico, as páginas são ricamente ilustradas, com figuras dos quatro evangelistas, Mateus, Marcos, Lucas e João. Os especialistas dizem que os manuscritos foram compilados em dois volumes, com estilos diferentes.

O diferencial dos Evangelhos de Garima de outros códices conhecidos da mesma época, é que eles foram mantidos por séculos no mosteiro, em um local seco e protegido da luz. Isso permitiu a preservação e manutenção da intensidade de todas as suas cores.

Evangelista Marcos retratado por Garima.

Guardados pela Igreja Ortodoxa Etíope, eles fazem parte de uma tradição milenar. O país sofreu muitas invasões e o monastério foi parcialmente destruído por um incêndio em 1930. Mesmo assim, continuaram preservados.

A trajetória da Etiópia é diferente de todos os países vizinhos, pois foi o único a não se tornar islâmico. Os ortodoxos etíopes garantem que seu país é “escolhido” pois seria o guardião da arca da aliança, para onde foi levada por judeus e permanece guardada na capela de cidade de Aksum, numa igreja cercada de mistérios. Com informações Aleteia


Deixe seu comentário!