MENU

Apocalipse, da Record, tem final evangelístico

Ao longo de toda a novela, público teve a oportunidade de ouvir a mensagem de salvação


Igor Rickli
Igor Rickli interpretando Benjamim. (Foto: Reprodução / TV Record)

Após 155 capítulos, chegou ao fim a novela Apocalipse, da Record. Na questão visual, a grande aposta da emissora nos efeitos especiais, numa escala nunca vista em produções nacionais. Porém, o ponto de destaque foi a mensagem evangelística.

Ainda que as medições do IBOPE tenham mostrado uma média de 10 pontos, abaixo dos 15 previstos pela emissora, é inegável que ela entra para a história da TV brasileira. Aqueles que acompanharam a trama do início ao fim tiveram várias oportunidades de ouvir a mensagem de salvação pela fé em Jesus Cristo.

Leia mais

Nem os problemas com o roteiro, que geraram a mudança de autor na reta final do folhetim, atrapalharam o que parece ter sido o grande objetivo da Record, cujo dono é o bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus.

Em que pese a opção pela linha teológica conhecida como dispensacionalismo, que não é unanimidade nas igrejas evangélicas, a mensagem evangelística é inegável. As cenas do Arrebatamento, que foram ao ar em fevereiro, geraram um intenso debate nas redes sociais, com vídeos mostrando as cenas viralizando.

O capítulo final, com mais de uma hora de duração, mostrou a “Guerra do Armagedom”, que resulta na destruição do mundo, a condenação do Anticristo (Sérgio Marone) e do Falso Profeta (Flávio Galvão), além da volta de Jesus (Dudu Azevedo), para julgar toda a humanidade no juízo final.

As representações do inferno, reservado para os condenados, e o céu/Nova Jerusalém para os fiéis, fecharam o capítulo (e a novela) com grandes trechos da Bíblia sendo lido por um narrador. Como foi característico da produção, as referências às pesagens bíblicas sendo encenadas apareciam na parte inferior da tela.

Entrando na glória
Entrando na glória. (Foto: Reprodução / Apocalipse)

A chegada dos cristãos ao céu, na última cena, mostrou o personagem Benjamin (Igor Rickli) citando 2 Timóteo 4:7 e lançando um questionamento aos telespectadores: “Combatemos o bom combate, acabamos a carreira, guardamos a fé, e você?”.

A hashtag #FinalApocalipse ficou entre os assuntos mais comentados do mundo no Twitter, na noite da segunda-feira (25), mostrando que houve um engajamento maior que a média. O tempo dirá que tipo de efeito a trama bíblica terá no público brasileiro.

Um compacto com as cenas principais do encerramento da novela pode ser visto aqui.



Assuntos:


Deixe sua opinião!