Após críticas, cerveja pode cancelar patrocínio da Minissérie Rei Davi

Cristãos não gostaram de ver a história bíblica associada a uma bebida alcoólica


Minissérie Rei Davi pode perder patrocínio de cervejaria

A cerveja Itaipava é uma das principais patrocinadoras da minissérie da Record que conta a trajetória do Rei Davi. A marca foi alvo de ataques de espectadores cristãos, que não gostaram de ver a história bíblica associada a uma bebida alcoólica.

“Vamos avaliar ao lado da emissora qual a postura a ser adotada, visto que ela produz o referido programa e a audiência faz parte de seu patrimônio”, diz a nota assinada pela assessoria do Grupo Petrópolis, fabricante da Itaipava.



A cervejaria vai reavaliar o patrocínio e decidir se continuará investindo os cerca de 15 milhões de reais que a Record cobra pela cota. A emissora, por sua vez, garantiu que “o anunciante está contente com os resultados atingidos por Rei Davi” e que conta com o apoio da Itaipava até o último capítulo da minissérie.

O bispo Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, escreveu em seu blog pessoal sua opinião sobre o assunto: “Você precisa saber que a concessão dada à Record é comercial, ou seja, ela não é uma emissora religiosa, assim como a minissérie não é cristã. Por isso, para toda a programação é necessário ter patrocinadores. Você deve ter ouvido falar que cada episódio custou cerca de 1 milhão de reais e alguém tem que pagar essa conta”.

Com informações VEJA




Deixe seu comentário!