23/07/2013 - 10:51

Arqueólogos israelenses afirmam ter encontrado o palácio do Rei Davi

Estudiosos contestam e dizem que não é possível dizer quem viveu no local por falta de um monumento detalhando as realizações do rei.


Arqueólogos israelenses afirmam ter encontrado o palácio do Rei Davi Arqueólogos afirmam ter encontrado o palácio do Rei Davi

Um achado arqueológico tem gerado polêmica entre especialistas israelenses. Arqueólogos da Universidade Hebraica de Jerusalém e da Autoridade de Antiguidades de Israel afirmam ter encontrado vestígios do primeiro palácio de rei Davi.

O grande complexo descoberto em Khirbet Qeiyafa, a oeste de Jerusalém, é fruto de sete anos de escavações e em tudo que foi encontrado não havia vestígio de restos de porcos o que deu aos estudiosos uma prova inequívoca de que Davi e seus descendentes viveram no lugar, já que a lei judaica proíbe o consumo de carne de porco.

Mas este não é o único fator que indicaria que o rei bíblico viveu naquele lugar. “Khirbet Qeiyafa é o melhor exemplo até hoje de uma cidade fortificada da época do Rei Davi”, disse Yossi Garfinkel que é arqueólogo da Universidade Hebraica e trabalhou ao longo desses anos com Saar Ganor, da Autoridade de Antiguidades de Israel.

Mas há estudiosos que não acreditam que o rei Davi viveu naquele espaço, e dizem que outros reinos poderiam ter sido erguidos no lugar. Esses críticos lembram que não há prova física sobre a existência de Davi até o momento e que os israelenses tentam usar os achados arqueológicos para reivindicar terras palestinas.

Garfinkel afirma que pela datação por carbono a construção do local foi realizada no século 10 A.C. e que Davi não vivia naquele lugar, apenas usava o palácio por períodos curtos. A localização o faz acreditar que o rei buscava um ambiente seguro ao fazer um palácio em uma colina.

O arqueólogo Israel Finkelstein, da Universidade de Tel Aviv não acredita que o lugar fora construído por Davi, dizendo que os filisteus poderiam ser os verdadeiros donos do lugar que é “elaborado” e “bem fortificado”. O estudioso diz que é impossível afirmar quem viveu naquele espaço já que não há um monumento que detalhe as realizações do rei.



Leia mais...

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos

Descoberta arqueológica na China pode comprovar dilúvio bíblico

Descoberta arqueológica na China pode comprovar dilúvio bíblico

Ruínas de sinagoga na Galileia confirmam relatos do NT

Ruínas de sinagoga na Galileia confirmam relatos do NT

"Jardim do Éden" torna-se Patrimônio Mundial


Comentários

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz