Arte? Vaca crucificada em igreja gera revolta

Exposição em templo na Bélgica pretendia ser “protesto contra fome no mundo”


Arte? Vaca crucificada em igreja gera revolta

Uma vaca feita de poliéster branco crucificada em uma cruz branca, diante de uma “piscina” de leite, dentro de uma igreja. Essa é a instalação “Holy Cow” [Vaca Sagrada], do artista plástico Tom Herck, que está atraindo a ira dos cristãos da Bélgica.

O site Observatório da Cristofobia divulgou que, ao contrário do que afirma Herck, a imagem é considerada ofensiva sim. Alguns cristãos belgas foram protestar na porta da pequena capela católica da cidade de Borgloon no domingo (19).

Nos últimos anos ela estava fechada, mas continua sendo um templo cristão, uma vez que ainda pertence à diocese de Hasselt. O local foi alugado para funcionar como uma galeria temporária, mas aparentemente não se sabia o que seria exposto nele. Os católicos da cidade estão invocando o que consideram uma “profecia” de João Batista Vianney, um padre famoso na região no século 19: “Deixem uma paróquia vinte anos sem um sacerdote e acabaremos  adorando os animais”.

Segundo o site do artista, o objetivo da instalação seria protestar sobre a fome no mundo e gerar um debate sobre o desperdício de comida. “A sociedade ocidental moderna e sua economia não estão conscientes da destruição da terra e do capital humano (a vaca crucificada é símbolo da indústria alimentar industrial, o leite simboliza o desperdício e a igreja representa o rompimento com a tradição)”, diz o release.

Contudo, é possível ver nas outras esculturas da exibição que se trata de uma clara provocação ao cristianismo. Uma das peças é uma cabeça de vaca com uma coroa de espinhos na cabeça e uma cruz no focinho. No site de Herck ele afirma que gosta de “questionar o papel da religião”.

Vaca com uma coroa de espinhos.

A exibição continuará no local até 3 de dezembro e está sendo celebrada pelos críticos de arte belgas como ‘provocante’ e ‘desafiadora’, mas para os cristãos que protestavam no domingo, era simplesmente “blasfêmia”.

Esta não é a única obra de Herck que ridiculariza a figura de Jesus. Na escultura que colocou numa praça de Bruxelas no ano passado, a imagem de Cristo foi pintada em uma das “cartas” que fazia parte de um castelo de cartas de concreto, onde estavam representados tiranos como Hitler e Napoleão.

Imagem de Cristo pintada em uma das “cartas”.

Assista:




Deixe seu comentário!