Assembleia de Deus apoia Vanessa Grazziotin em Manaus

Jonatas Câmara contrariou conselho de Malafaia ao oferecer apoio da Assembleia de Deus a Vanessa, uma das defensoras do PLC 122.


Assembleia de Deus apoia Vanessa Grazziotin em Manaus

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), candidata à prefeitura de Manaus, vai disputar o segundo turno no dia 28 de outubro. Grazziotin vai enfrentar Artur Neto do PSDB, que liderou o primeiro turno com 40,55% dos votos válidos. A candidata do PCdoB ficou com 19,95%.

Durante sua campanha à prefeitura de Manaus, Vanessa Grazziotin, causou polêmica ao receber o apoio do pastor Jonatas Câmara, lider da Assembleia de Deus e da Convenção do Estado do Amazonas desde 9 de fevereiro de 1997. Vanessa foi uma das parlamentares que apoiou o Projeto de Lei do Senado 122 que criminaliza a opinião contra a prática homossexual.

O líder da AD em Manaus tentou justificar seu apoio aos fieis e além de criticar o candidato Artur Neto, o líder pregou contra a descriminalização do aborto, as relações homoafetivas e a criminalização da homofobia. Enquanto a candidata concordava com a cabeça e aplaudia.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Apesar do pedido do pastor Silas Malafaia para que o líder não apoiasse a candidata Vanessa Grazziotin por causa do PLC 122, minutos antes de discursar no “Café da Comunhão” promovido pelo Conselho dos Ministros Evangélicos do Brasil (Cimeb), no dia 9 de agosto,  ainda assim o pastor Jonatas Câmara resolveu apoiar Vanessa Grazziotin. O Conselho dos Ministros Evangélicos do Brasil (Cimeb) tem como presidente o pastor Abner Ferreira da Assembleia de Deus em Madureira, Rio de Janeiro. Silas Malafaia é vice-presidente.

“A Vanessa tem atuação contra a gente lá no Senado, nos ajuda pouco. Não podemos esperar por ela aqui”, disse o pastor Silas Malafaia durante o café no Diamond Convention Center em conversa reservada com Jonatas Câmara e Renê Terra Nova, líder da igreja Restauração. A conversa durou 15 minutos.

De acordo com o Censo 2010, os evangélicos são 35,5% da população da capital. Somente a Assembleia de Deus tem mais de 208 mil fiéis em Manaus.

Ao receber o apoio da Assembleia de Deus, no início da campanha, Vanessa assinou uma carta afirmando que é contra o aborto e que não votará a favor de artigos que contrariam a igreja no projeto de criminalização da homofobia.

Resultado do Primeiro Turno




Deixe seu comentário!