MENU

Atentado terrorista à igreja na Rússia deixa 5 cristãs mortas

Ataque ocorreu no Daguestão, região de grande concentração de islâmicos


Cinco cristãs morreram após um jihadista fazer disparos com um rifle contra is fiéis que saiam da igreja na cidade de Kizliar, no Daguestão, região semiautônoma no sul da Rússia.

O padre da igreja ortodoxa de Kizliar, conta que o ataque aconteceu depois de uma missa de Maslenitsa – que marca o início da Quaresma no calendário litúrgico ortodoxo – neste domingo (18). “Foi quando o povo começou a sair”, relata, “Logo após escutar os disparos, fomos a fechar as portas para que [o atirador] não pudesse entrar. Ele portava uma arma e uma faca. Era barbudo e gritou Allahu Akbar enquanto corria”, testemunhou.

O homem, cujo nome ainda não foi revelado, acabou morto pelas forças de segurança em uma troca de tiros. Ele tinha 22 anos e estava acompanhado por uma mulher, que fugiu do local e está sendo procurada pela polícia.

Oksana, uma testemunha do tiroteio, disse ao site Russia Today que os tiros começaram quando as pessoas estavam na calçada, em frente ao templo. A maioria voltou correndo para dentro do prédio, e logo os guardas apareceram.

“Havia muitas pessoas, mães com crianças pequenas, pessoas idosas. Creio que Deus nos guardou, não permitindo que o homem entrasse na igreja”, disse a Oksana.

Quatro mulheres morreram na hora e outras três ficaram seriamente feridas, revelou o Ministério do Interior dessa República da Federação Russa. Um porta-voz disse que, no ataque, também foram feridos seriamente uma mulher, um policial e um membro da Guarda Nacional russa.

Minutos mais tarde, informou a morte de outra mulher ferida no ataque. Os outros dois pacientes continuam internados e seu estado é “grave”.

Os cristãos são minoria no Daguestão, que é etnicamente diversificada e mais de 80 por cento da população é muçulmanos. A região é conhecida por ser um importante terreno de recrutamento para o Estado Islâmico, que já cometeu vários ataques ali, incluindo esfaqueamentos e bombardeios a postos policiais.

O Daguestão é uma república que faz parte da Federação Russa. Assim como a Chechênia e outras 19 repúblicas sob controle russo, a região é nominalmente autônoma, tendo sua própria Constituição e legislação. Moscou tem pouca influência nas questões locais, mas é sabido que a radicalização dos muçulmanos do Daguestão é visto como um problema pelo Ministério do Interior da Rússia. Com informações de Russia Today




Deixe seu comentário!

Mais notícias