Bandidos “crentes” faziam orações antes de cada assalto

Quadrilha paulista postava em rede social pedidos de oração e fotos com o lucro do assalto


Bandidos "crentes" faziam orações antes de cada assalto

Cinco assaltantes foram presos em São Paulo depois de roubaram duas vezes o mesmo supermercado entre setembro e dezembro de 2011. A quadrilha era formada por oito pessoas, incluindo três menores. O que chamou a atenção da polícia foi descobrir que eles costumavam fazer pedidos de oração e comemorar os assaltos mostrando fotos em redes sociais.

Um dos bandidos, identificado como Michel Taipas, escreveu no Twitter: “Antes de saii para mais uma guerra, fiz uma horação para ki Deus possa nos proteje nessa grande missaoooo (sic)”. Em um comentário no microblog, uma amiga pede para ele abandonar a vida de crimes.  Ele apenas ri. Em vários outros posts ele fala sobre crimes e sobre Deus.



A polícia divulgou que nos dois assaltos os bandidos roubaram cerca de R$ 43 mil. O método usado por eles era simples, entravam na sala da tesouraria, rendiam o gerente e uma funcionária e levavam todo o dinheiro que encontravam.

Depois de investigar os funcionários do supermercado, a polícia descobriu que um deles abastecia os assaltantes de informações.

“O dinheiro, eles gastaram em festas, na compra de camarotes, em baladas e em outras coisas relacionadas a divertimento”, afirmou Marcos Casseb, delegado responsável pela prisão.



Os policiais agora investigam se essa quadrilha assaltou outros supermercados. Três dos bandidos ainda estão foragidos.

Assista reportagem do Jornal Hoje:



Com informações JH




Deixe seu comentário!