Todos os que fazem o bem serão redimidos, até os ateus, diz papa Francisco

O sermão falou sobre o sacrifício de Cristo que alcançou a todos


Todos os que fazem o bem serão redimidos, diz papa Francisco

O papa Francisco pregou na última quarta-feira (22) dizendo que todos aqueles que fazem o bem, incluindo ateus, serão redimidos por Jesus. O sermão enfatiza a importância de fazer o bem ao próximo, sendo este um grande princípio para toda a humanidade.



O pontífice disse aos presentes que não apenas os católicos serão redimidos e que acreditar que apenas os membros da Igreja Católica podem fazer o bem é um grande erro.

Usando um texto de Marcos, o líder da Igreja Católica disse que os discípulos de Jesus ficaram desapontados ao saberem que alguém fora de seu grupo estava praticando o bem. Jesus então teria os corrigidos, pedindo para que os discípulos não os proibissem de fazer o bem.


  Programa que ensina a Bíblia vira febre na Internet


Em cima dessa passagem bíblica o papa disse: “O Senhor nos criou à Sua imagem e semelhança, e nós somos a imagem do Senhor, e Ele faz o bem e todos nós temos este mandamento no coração: Fazer o bem e não o mal a todos”.



“O Senhor redimiu todos nós, todos nós, com o Sangue de Cristo: todos nós, não apenas os católicos. Todo mundo! ‘Pai, os ateus?’ Mesmo os ateus. Todo mundo!”, disse ele.

Ao jornal The Huffington Post o padre James Martin comentou a pregação do papa dizendo que ele foi muito claro ao falar sobre o sacrifício de Cristo que alcança todas as pessoas.



“O papa Francisco diz, mais claro que nunca, que Cristo se ofereceu como um sacrifício por todos. Essa sempre foi uma crença cristã. Você pode ver Paulo dizendo isso na primeira carta a Timóteo, ao afirmar que Jesus deu-se a si mesmo como uma ‘redenção por todos'”, disse o padre.

“No entanto, raramente você ouve isso ser dito por católicos com tanta força, e com tão evidente alegria. E nessa época de controvérsias religiosas, é um lembrete oportuno que Deus não pode ser confinado a nossas estreitas categorias.” Com informações The Huffington Post.




Deixe seu comentário!