Benny Hinn lança canal de TV para mostrar milagres nos “últimos dias”

Empreendimento mostrará cruzadas de vários pregadores pentecostais


Benny Hinn lançará canal de TV para mostrar "poder de Deus"

O televangelista Benny Hinn está se aliando ao pastor nigeriano Chris Oyakhilome para lançar um novo canal de TV. O objetivo é focar nos “milagres e na glória de Deus”.

Com o nome de “Love World”, mesmo nome do ministério Oyakhilome, estará disponível em operadoras de TV a cabo e pela internet a partir de julho.

Os dois pastores pentecostais fizeram o anúncio oficial na semana passada, destacando acreditarem que o mundo está vivendo seus “últimos dias”. Por isso, decidiram investir em algo para que pudessem mostrar ao maior número de pessoas “a glória de Deus” antes do retorno de Jesus Cristo


  Psicólogo ajuda cristãos a vencer o vício da pornografia


Oyakhilome afirmou em uma transmissão pelo Facebook que o canal focalizaria especificamente no “poder do Espírito Santo”.

Hinn completou, destacando: “não queremos apenas mais uma TV chata, queremos sinais e maravilhas, milagres” que atestam o poder de Deus.

Inicialmente, parte da programação será formada por antigas cruzadas de Benny Hinn, que já são exibidas em diversos países. O pastor Deola Phillips que trabalhará no empreendimento, disse que será uma oportunidade de mostrar ao resto do mundo o ministério de Oyakhilome, cujo programa “Atmosphere of Miracles” é bem conhecido na África.

Programas especiais serão gravados nas próximas semanas. Outros pregadores conhecidos como Kenneth Copeland, Rod Parsley, Marilyn Hickey e o apóstolo Guillermo Maldonado, negociam para transmitir seus programas no canal.

Phillips acrescentou que “O poder de Deus será demonstrado diariamente. Isso inclui orações pelos doentes. Será a presença de Deus manifesta na TV ao vivo. Os milagres acontecerão diante de seus olhos”.

Para Hinn o anúncio ocorre em um momento que seu ministério enfrenta um processo de investigação por possível fraude fiscal nos Estados Unidos. Em abril, funcionários do governo visitaram a sede de seu ministério e retiraram um grande número de documentos.

Oyakhilome também possui um histórico controverso, com seu divórcio de Anita Oyakhilome, em 2014, sendo marcado por acusações de adultério e “comportamento irracional”. Com informações CBN

 




Deixe seu comentário!