Bianca Toledo se separa e acusa marido de ser gay e pedófilo

Em seu segundo casamento, missionária faz sérias acusações contra Felipe Heiderich


Bianca Toledo se separa e acusa marido de ser gay e pedófilo

A pastora Bianca Toledo, famosa pela sua experiência de ressurreição, anunciou pelas redes sociais que está se separando do marido, o pastor Felipe Heiderich. Num vídeo em que explica o caso, ela desabafa, afirmando que ele está envolvido com homossexualidade e com pedofilia. O material foi visto mais de 3 milhões de vezes nas primeiras 24 horas e agitou as redes sociais na noite desta terça (6).

Segundo ela, Felipe fez uma tentativa de suicídio após confessar tudo. Ela levou o caso à justiça e ele agora se encontra acautelado em uma clínica psiquiátrica, diagnosticado com psicose maníaco depressiva, neurose grave e síndrome de múltiplas personalidades. Nos últimos dias, a missionária postou três vídeos, onde relata tudo o que aconteceu com o casal.

No mais recente, postado nesta terça-feira (5), esclarece que está aguardando “a justiça do Céu e a justiça dos homens”. Afirma que, como mãe de filho pequeno, está passando por um dos piores momentos de sua vida. Bianca explica que está sofrendo muito e que o senador Magno Malta, que acompanha a situação iria se pronunciar.


  Psicólogo ajuda cristãos a vencer o vício da pornografia


“Eu fui enganada”, afirmou ela, visivelmente emocionada. Explicou aos seus seguidores que continuará levando a palavra de Deus e pediu orações.

Embora não tenha dado maiores detalhes sobre a separação, na descrição do vídeo afirma: “A anulação do casamento foi aceita como legitima diante das provas apresentadas ao juiz e o pedido de prisão foi feito mediante comprovação suficiente”.

Para Bianca, “a teologia do Felipe era perfeita, mas seu interior era uma fraude. Me enganou e enganou a todos. É triste, mas é a verdade”. Ela explicou ainda que o pedido de prisão foi feito pelo Ministério Público “mediante uma série de provas contundentes”. A pastora, que liderava com Felipe a igreja AME sublinha que “Deus me disse que traria tudo a tona para temor da igreja diante do engano que assola os últimos dias”. Finalizou com uma alerta:”O Senhor, que é justo, continuará dando lucidez a justiça dos homens pra estabelecer a Sua justiça. De Deus não se zomba com o altar não se brinca”.

Doença e divórcio

Em outubro de 2010, quando estava grávida de José Vitório, o intestino de Bianca se rompeu. O bebê nasceu prematuro, mas ela ficou 52 dias em coma. Passou quatro meses internada, precisando passar por 300 transfusões de sangue, dez cirurgias de abdômen e teve falência de órgãos. Clinicamente ela não tinha esperanças e foi declarada morta pelos médicos. Contudo, vivenciou um milagre. Quando voltou à vida, contou que teve um encontro sobrenatural com Deus.

A missionária conta que teve essa experiência para que pudesse anunciar ao mundo que os milagres são reais. A partir de então, passou a se dedicar a um ministério que hoje é conhecido internacionalmente. Além de cantar e pregar, ela possui o dom de cura. Já escreveu vários livros e gravou DVDs sempre com uma mensagem de fé no sobrenatural.

Porém, durante sua batalha para recuperar-se totalmente do quadro grave que a acometeu, foi abandonado pelo primeiro esposo, Renato Pimentel. Ele a acusava de traição e ela afirma ter provas do abandono que sofreu e que seus pastores na época testemunharam que ela tentou preservar o casamento até que o seu primeiro ex-esposo pediu o divórcio.




Deixe seu comentário!