Billy Graham fala sobre “o maior cristão que já viveu”

Evangelista nega que seja a figura mais influente


Billy Graham fala sobre "o maior cristão que já viveu"

A Associação Evangelística Billy Graham publicou um questionamento enviado para o famoso pastor: “Quem você acha que foi o maior cristão que já viveu? Eu não estou apenas curioso em saber, pois quem quer que ele seja, gostaria de tentar seguir o seu exemplo”.



A resposta de Graham foi que esse é um questionamento difícil, por que só “Deus conhece nossos corações e mentes, e só Ele sabe quem seguiu Cristo com mais fidelidade ao longo dos séculos”.

Afirmou ainda que “provavelmente seria alguém que você e eu nunca ouvimos falar”. “Alguém que humildemente viveu para Cristo em circunstâncias muito difíceis e sombrias, mas amou a Cristo e viveu para Ele, independentemente do custo”, escreveu.


  Programa que ensina a Bíblia vira febre na Internet


A advertência dele é que “somente Cristo é digno” de servir como exemplo para a vida de alguém pois até os melhores cristãos são imperfeitos. “Aprenda com essas pessoas, seja grato por elas, aplique lições que eles deixaram em sua própria vida – mas não faça deles o seu modelo”, aconselhou.



Citando o texto de 1 Coríntios 11: 1, lembrou que Paulo já ensinava aos cristãos no primeiro século: “Sede meus imitadores, como também eu de Cristo”.  Em seguida, lembrou que muitos sites apresentam listas destacando os cristãos mais notáveis ​​na história, com nomes como  George Whitefield, Dwight L. Moody, John Vernon McGee, Dr. Martin Luther King Jr., William Carey, além do próprio Billy Graham.

Mas ele não aceita essa honraria. “Sem dúvida, o maior líder cristão de todos os tempos é Jesus de Nazaré, o Salvador do mundo, e com o passar do tempo somos abençoados pela influência de alguns outros líderes cristãos que deixam um legado incomparável”, observou ele no site.



Graham tem autoridade para falar sobre isso, afinal é dele o recorde de menções da pesquisa anual do Instituto Gallup, pela 60ª vez. O nome do evangelista que 1955 aparece entre os líderes mais admirados do mundo. As exceções foram em 1962 e 1976, quando essa pesquisa não foi feita. Com informações Christian Post

 




Deixe seu comentário!

Os comentários estão desativados.