Bispo da Mundial aplica golpe em haitianos

Oito homens foram enganados com proposta de serem missionários no México


Bispo da Mundial aplica golpe em haitianos

Um bispo da Igreja Mundial do Poder de Deus é acusado de fugir com R$ 40 mil de oito haitianos que pagaram valores referentes a documentação para serem enviados como missionários ao México.

Os valores dados pelos homens serviriam para as taxas de viagem e lá no México eles atuariam como missionários recebendo um salário de US$ 1.300 por mês, equivalente a R$ 4.000.



O bispo que aplicou o golpe é Anderson Rezende que coordenava os trabalhos da igreja de Itaquera, zona leste da capital paulista, até o mês de maio quando ele sumiu.

Os haitianos não perderam apenas o dinheiro, eles também perderam os documentos que estavam com o bispo e agora buscam por justiça para serem ressarcidos.

Segundo a reportagem da CBN a Igreja Mundial diz que Rezende se desligou da denominação em junho do ano passado para abrir uma igreja. Mas os haitianos afirmam que ele atuava dentro da Mundial em Itaquera, onde eles frequentavam.



A Igreja Mundial também afirmou que não envia missionários para outros países oferecendo salário e desaprovou totalmente a postura do ex-bispo dizendo, através do pastor Felipe Leite, que não compactua com o ato.

O ex-bispo está sendo procurado pelo Polícia Civil e deve responder por estelionato. A polícia também vai identificar se ele teria cúmplices que também responderão pelo crime.




Deixe seu comentário!