MENU

Bolsonaro diz que Magno Malta não ficará “abandonado”

Presidente eleito reconhece que o senador o "ajudou muito"


Magno Malta e Jair Bolsonaro
Magno Malta e Jair Bolsonaro. (Foto: Walterson Rosa/Estadão Conteúdo)

Em visita ao santuário da Canção Nova, no interior de São Paulo nesta sexta-feira (30), o presidente eleito Jair Bolsonaro falou sobre a situação do senador Magno Malta (PR/ES). Após seu nome ter sido cogitado para o Ministério da Cidadania, acabou perdendo o posto para Osmar Terra (MDB/RS).

Bolsonaro garantiu que Malta não ficará “abandonado”, mas que não será ministro. “O Magno Malta é uma pessoa que me ajudou muito, que eu respeito. Não vai ficar abandonado, ele tem como participar do governo em outra função”, explicou, sem revelar qual seria o cargo.

Leia mais

O capitão disse ainda que “Existe campo para ele, sim. Mas, infelizmente, os ministérios estão se esgotando”. Bolsonaro minimizou as críticas que receber de lideranças evangélicas como Silas Malafaia por ter preterido Malta.

“Não fiz campanha prometendo absolutamente nada para ninguém, pretendemos aproveitar as boas pessoas, agora não podemos dar ministério para todo mundo”, concluiu.

Ainda faltam dois ministérios para oficializar os titulares: Meio Ambiente e dos Direitos Humanos. Ele vem dizendo que toma decisões com base no currículo dos indicados.



Assuntos: ,


Deixe sua opinião!