1/02/2016 - 15:00

Brasília ganha delegacia especial de intolerância religiosa

A decisão de criar uma delegacia especial se deu pelo aumento dos crimes contra adeptos de religiões de matriz africana


Brasília ganha delegacia especial de intolerância religiosa O governador Rodrigo Rollemberg, entre representantes de religiões de matriz africana Elza Fiúza/Agência Brasil

Brasília criou a primeira delegacia especial de repressão aos crimes por discriminação racial e religiosa.

A delegacia passou a funcionar no mês passado para atender e investigar os casos de intolerância religiosa que estão acontecendo no Distrito Federal.

O que resultou na criação dessa delegacia foi o crescimento assustador dos casos de intolerância e violência praticados contra membros de religiões de matrizes africanas.

Estátuas de orixás foram destruídas, terreiros foram incendiados e outros crimes aconteceram contra a comunidade, gerando um alerta aos governantes.

“Primeiro foram os incêndios aos terreiros, entre setembro e novembro do ano passado, depois, a depredação de estátuas e, por último, o ataque desenfreado a manifestantes que usavam vestes religiosos típicos, durante passeata de mulheres negras realizada em dezembro, na Esplanada dos Ministérios”, afirma o sociólogo Alessandro Medeiros ao site Rede Brasil Atual.

A delegacia irá realizar uma série de ações em parceria com outros órgãos para tentar coibir esse tipo de agressão. O trabalho em Brasília será semelhante ao que já acontece em outras delegacias do tipo que existem nos estados de Mato Grosso, Pará e Piauí.

A coordenadora de Comunidades de Matriz Africana de Terreiros da Fundação Cultural Palmares, Adna Santos de Araújo, conhecida como Mãe Baiana, afirma que a delegacia especial é necessária porque as outras delegacias se negavam a registrar as ocorrências.

“A instalação é importante porque, aonde íamos, as delegacias não queriam registrar os boletins de ocorrência que pretendíamos fazer. Já passamos por muitos problemas nesse sentido e, agora, temos onde fazer esses registros. Quando o governador (Rodrigo Rollemberg, do PSB) foi à minha casa, logo após o incêndio do terreiro do Paranoá, ele sentiu na pele a necessidade da criação dessa delegacia”, diz.

O terreiro de Mãe Baiana foi incendiado propositadamente em 27 de novembro, o ato criminoso se tornou um dos maiores atentados cometidos contra adeptos do candomblé na capital brasileira.

“Esperamos que a população se conscientize de que uma das coisas mais belas que temos em nosso país é a diversidade cultural e religiosa. E precisamos não apenas respeitar, mas também promover essa diversidade”, destaca o governador Rollemberg.



Leia mais...

Jornal se recusa a publicar anúncio porque incluía a palavra

Jornal se recusa a publicar anúncio porque incluía a palavra "cristão"

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos

Como Pregar Sem Timidez em 4 Simples Passos

Manifestação estudantil destrói imagem de Cristo na cruz

Manifestação estudantil destrói imagem de Cristo na cruz

Padre humilha noiva evangélica e caso vai parar na delegacia

Padre humilha noiva evangélica e caso vai parar na delegacia


Comentários

Deixe um comentário

5 Comentários em "Brasília ganha delegacia especial de intolerância religiosa"

avatar

Ordenar por:   novos | antigos | mais votados
Marco Aurélio
Marco Aurélio
2 meses 11 dias atrás

A intolerância religiosa ou racial, na minha opinião é um dos piores crimes, pois é um ódio contra um grupo de pessoas e uma ideologia, infelizmente esse sentimento tem crescido no assustadoramente no Brasil, juntamente com a polarização política. Os simpatizantes dos partidos de direita são intolerantes com igrejas de matrizes africanas, homossexuais e socialistas; Os simpatizantes dos movimentos de esquerda em contrapartida passaram a ser intolerantes com o cristianismo. Se não houver rapidamente uma movimentação no sentido de combate a intolerância em breve iniciará uma guerra étnica ou religiosa, tal qual a Irlanda e outros países.

dall
dall
2 meses 11 dias atrás

Marco Aurélio ,o que vc acha das pessoas que em parada gay que se crucificam e debocham dos cristãos católicos????eles podem???Quem começou com a intolerancia religiosa,política etc..são vcs os bolivarianos e seguidores do ditador Maduro/Dilma/Lula e todos os comunistas…Eu sou de direita e creio em Deus e respeito sim a todos,ok???

Hades
Hades
6 meses 21 dias atrás

Cadê o mimimi dos crentes?

Rogério
Rogério
6 meses 21 dias atrás

o mimimi dos crentes seria razoável já que não estavam presentes na ocasião representes de outras religiões representadas e tb oprimidas nesse país.

Hades
Hades
6 meses 21 dias atrás

Cita aí uma que devidamente oprimida, demonizada, tem suas propriedades atacadas e destruídas e seus membros apedrejados na rua.

wpDiscuz