MENU

Caminhoneiros são forçados a participarem da greve

Militantes forçam os trabalhadores a aderirem ao movimento sob o risco de retaliação


Caminhão bloqueado
Grevistas bloqueiam caminhão em rodovia em Araucária nesta sexta-feira (25). (Foto: Rodolfo Buhrer / Reuters)

Você sabia que boa parte dos caminhoneiros que protestam nos comboios país afora, estão lá contra sua própria vontade? Militantes estão forçando os trabalhadores a aderirem ao movimento, parando todos eles nas estradas, sob o risco de retaliação.

A esposa de um deles, de São José dos Campos, SP, relatou a situação ao Gospel Prime. Ela contou que pegaram seu marido no comboio e desde quarta-feira (23) ele está em Pindamonhangaba, sem poder voltar para casa, impedido pelos manifestantes. Ela chegou a acionar a polícia.

Leia mais

“Quando os grevistas pegam alguém nos bloqueios eles não soltam mais, como se fosse um sequestro. Chamei a polícia e eles disseram que não tinham condições de chegar lá, e que não estão atendendo esse tipo de B.O. Se ele sair, ele é apedrejado pela comissão. Eles são violentos. Tem muita gente sequestrada, refém desses caras”, contou.

A decisão do governo de enviar as forças armadas para desobstruir as estradas não resolveu o problema. Após pronunciamento do presidente da República, a Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABCAM) informou que faria a desobstrução das vias, mas que continuaria com as manifestações. Os trabalhadores permanecem presos. Agora os protestos acontecem nos acostamentos.

“As forças nacionais vão apenas desobstruir as estradas, não vão chegar lá e perguntar quem quer ir embora, pois eles estão nos acostamentos. Pra mim é uma situação desesperadora”, desabafa.

Segundo ela, se não fosse a solidariedade de pessoas que se compadecem e ajudam, eles teriam dificuldades até para se alimentar, pois muitos caminhoneiros estão a milhares de quilômetros de suas casas.

“A igreja adventista esteve no local montou uma banca, levaram caldos, carne, distribuíram livretos. A população chega dá sanduíche, dá pizza, as pessoas estão apoiando o protesto. Mesmo assim, eles estão lá sequestrados”, relata.

Desde o início das paralizações, os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal foram afetados. A situação é ainda mais crítica em São Paulo. Muitas cidades decretaram estado de emergência por causa da situação. Falta combustível em 99% dos postos e o alimento está escasso. Poucas ambulâncias podem circular e em alguns hospitais, cirurgias foram canceladas. O quadro se repete em várias cidades do país. Voos foram cancelados por falta de combustível.

A greve mudou a vida de todos os brasileiros. O país vive um momento onde de norte a sul, de leste a oeste, as pessoas passam por privações. Una-se a nós e clame a Deus por um milagre.



Assuntos: ,


Deixe seu comentário!


Mais notícias