7/06/2013 - 10:50

Casamento gay é matéria decidida, diz ex-ministro do STF

Ayres Britto diz que não há mais como impedir o casamento entre pessoas do mesmo sexo


Casamento gay é matéria decidida, diz ex-ministro do STF Casamento gay é matéria decidida, diz ex-ministro do STF

Em entrevista à Rede Globo, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Ayres BrittoAyres Britto, disse que não há mais nada o que se fazer para impedir o casamento gay no Brasil.

Ele foi entrevistado para comentar a manifestação promovida por evangélicos na quarta-feira (5) em Brasília na defesa da família tradicional e em favor da liberdade de expressão e religiosa.

“É matéria vencida, é matéria decidida”, disse Brito. “O Supremo já interpretou e aplicou a Constituição no sentido do reconhecimento da igualdade de direitos, ponto final”, declarou ele.

Em 2012 o STF aprovou a união estável entre pessoas do mesmo sexo e no último mês o Conselho Nacional de Justiça aprovou uma resolução que obriga os cartórios a realizar o casamento civil entre casais homossexuais.

Essas duas ações dos magistrados brasileiros foram alvos de críticas durante a manifestação que reuniu cerca de 70 mil pessoas em Brasília. O pastor Abner Ferreira, da igreja Assembleia de Deus Madureira (RJ), disse que os evangélicos não vão se submeter a essas leis.

“Independentemente do que for decidido, a Bíblia diz que a prática homossexual é pecado diante de Deus e vocês não vão calar a nossa boca”, afirmou.

Silas Malafaia, pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, também criticou as ações do STF e do CNJ, lembrando que o Congresso ainda não alterou a Constituição Federal que aceita como entidade familiar a união entre um homem e uma mulher.