MENU

Chris Pratt recebe prêmio e declara: “Eu amo a Deus e vocês também deveriam”

Escolhido como melhor ator no Teen Choice Awards, Pratt novamente foi na contramão de Hollywood


Chris Pratt
Chris Pratt no Teen Choice Awards. (Foto: Getty)

Chris Pratt foi escolhido como melhor ator no “Teen Choice Awards”, da FOX, que foi ao ar no domingo. Assim como havia feito quanto recebeu uma premiação similar na MTV, em junho, ele falou sobre sua fé.

“Estou muito feliz de estar aqui … Quero agradecer a Deus. Sempre faço isso quando estou em uma grande plataforma diante de tantos jovens. Quero dizer que ‘Eu amo a Deus!’. Falo isso de verdade: “Eu o amo e vocês também deveriam!”.

Leia mais

Pratt foi escolhido pelo público por sua performance em “Jurassic World: Reino Ameaçado”, juntamente com sua companheira de filme Bryce Dallas Howard.

O rápido discurso do ator revelou mais uma vez como a fé é importante em sua vida. Considerando que ele estava falando para um público majoritariamente formado por adolescentes, é inegável o impacto, uma vez que atores sempre tendem a influenciar esse tipo de público

Sangue de Jesus

Dois meses atrás, seu discurso na premiação do MTV Awards viralizou nas redes sociais. Ao falar sobre as “9 regras para a vida”, ele intercalou alguns conselhos sobre ser uma boa pessoa para os outros com cunho espiritual.

Sabendo que discursos religiosos nem sempre são bem-vindos em Hollywood, Pratt, que é evangélico, falou sobre sua fé nas seguintes “regras”.

“Nº 2:  Você tem uma alma! Cuide bem dela”, ensinou, sendo aplaudido pelos presentes, que incluía muitos artistas famosos.

Sua sexta regra foi: “Deus existe! Deus te ama. Deus quer o melhor para você. Creia nisso. Eu creio!”. Já na oitava ele pediu: “Aprenda a orar. É fácil e faz muito bem para sua alma”.

Mas foi na última que ele foi mais incisivo, ao invés de falar sobre um Deus genérico, ele lembrou do sacrifício de Jesus, ainda que não tenha citado seu nome.

“Ninguém é perfeito!”, lembrou, acrescentando que “Muita gente dirá que você é perfeito do jeito que é, mas na verdade você é imperfeito e sempre será”. Em seguida, foi incisivo: “Mas há uma força poderosa que criou você assim. Se você aceitar isso, receberá graça e a graça é um presente”.

Bastante aplaudido, finalizou dizendo “Assim como a liberdade que temos neste país, essa graça foi paga com o sangue de outra pessoa. Não se esqueça disso”.

Diversos jornais destacaram o tom “inusitado” do discurso de Pratt na premiação, mas ele definitivamente foi na contramão do que geralmente defende a classe artística.



Assuntos: ,


Deixe sua opinião!