MENU

Cidade de Kosovo ganha primeira nova igreja após 700 anos

Pastor pede oração para cristãos de todo o mundo


Urim Bogaj
Urim Bogaj. (Foto: Reprodução / CBN News)

O Kosovo é um país relativamente novo, tendo se tornado independente da Sérvia em 2008. Sua história é marcada por conflitos desde que fazia parte do Império Otomano – entre 1455 e 1912. O islamismo é a religião principal desde então.

Há cerca de 700 anos não surgia uma nova igreja na cidade de Malisevo, sudoeste do país. Mas isso mudou com a determinação e fé de Urim Bogaj.

Ele cresceu em uma família islâmica praticante e desde cedo aprendeu a odiar os cristãos, que são minoria no país, cerca de 5%.

Leia mais

A tia de Urim se converteu ao cristianismo em 1999, época em que o pequeno país tentava se recuperar de uma sangrenta guerra. Toda a sua família se voltou contra a mulher, inclusive ele, que tinha apenas 15 anos.

“Era difícil ouvir o que ela tinha a dizer. Sempre soubemos que os cristãos eram serpentes. As serpentes eram más. Eu não queria ser cristão”, conta o hoje pastor. Mesmo assim quando ganhou da tia uma Bíblia, começou a lê-la com um misto de curiosidade e descrença.

Dentro de alguns meses, ele entregou sua vida a Cristo. As orações da tia e o testemunho de Urim tiveram forte impacto naquela família. Todos acabaram renunciando ao Islã.

“Houve desafios. Houve problemas diferentes. Perseguição de todos os tipos”, lembra. Mesmo assim, ele plantou recentemente uma igreja em Malisevo, onde os cristãos são menos de 1% da população.

O pedido de Urim é que os cristãos de todo o mundo lembrem de orar pelo trabalho que ele está fazendo lá. “Somos a primeira geração de cristãos em séculos, precisamos de suas orações para continuarmos nos fortalecendo em Cristo e permanecermos fieis até o fim”, sublinha. Com informações CBN



Assuntos:


Deixe seu comentário!

Mais notícias