Conor McGregor agora se declara um deus

Em coletiva de imprensa para divulgar o UFC 197, lutador disse que se entendeu com Jesus.


Conor McGregor agora se declara um deus

A metralhadora verbal do irlandês Conor McGregor não para de atirar e, com isso, de atrair atenção para seu portador. No mundo da luta, não se fala de outra coisa.

Bom para ele, que se vangloria em público por ser um dos mais bem pagos do UFC, mesmo não tendo tanto “tempo de casa” assim.



“Outros lutadores precisam dar seminários nos fins de semana, enquanto dirijo um Lamborguini que solta fogo pela Califórnia, me visto como El Chapo [mega-traficante mexicano preso recentemente] e tenho anacondas nos pés.”, declarou McGregor.

Pior para seus adversários, que tem que aturar um falatório sem proporções dia e noite, em eventos oficiais de promoção da luta ou pela internet.  O brasileiro Rafael dos Anjos é a bola de vez, pois enfrenta o novo astro em março, no UFC 197.

E na primeira coletiva de imprensa organizada pelo UFC para divulgar o evento, em Las Vegas, McGregor além de chamar novamente o brasileiro de “traidor da pátria”, voltou a falar do Jesus.



Atiçado pelos jornalistas, ele tentou ser espirituoso e pôr fim à polêmica: “Eu e Jesus estamos bem. Estou bem com todos os deuses. Deuses reconhecem deuses”.

É isto mesmo que vocês leram. O campeão peso-pena do UFC considera-se um deus.




Deixe seu comentário!