Coreia do Norte manda evacuar capital e exibe suas bombas nucleares

“Responderemos com uma guerra total e atômica", ameaça governo de país comunista


Coreia do Norte manda evacuar capital e exibe bombas nucleares

Desde quarta-feira (12), a imprensa russa vem divulgando que a Coreia do Norte estará  preparada para iniciar uma guerra a qualquer momento. O ditador Kim Jong-un inclusive teria  ordenado a evacuação de 25% da população de Pyongyang, capital do país.

O assunto teve pouca repercussão na mídia ocidental, mas segundo o jornal russo Pravda, cerca de 600 mil pessoas foram deslocadas de suas casas. A decisão foi tomada no momento em que cresce rapidamente a tensão com os Estados Unidos, que deslocou uma armada de navios para a região.

Como os abrigos antibombas de Pyongyang não têm capacidade de abrigar toda a população da capital, a decisão foi retirar o maior número possível de pessoas para que o restante tenha acesso aos bunkers, caso seja necessário.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


A imprensa internacional noticia que o país se prepara “para uma guerra em larga escala”.  Choe Ryong-hae, um oficial norte-coreano do alto escalão, declarou neste sábado (15): “Nós responderemos com uma guerra total e atômica, com o nosso estilo de ataque nuclear”.

Durante as comemorações do “Dia do Sol”, realizado nesta manhã, uma parada mostrou tropas e ativos militares, incluindo  mísseis de longo alcance com capacidade para carregar ogivas nucleares. Contudo, especialistas em segurança dizem que são apenas modelos ocos, exibidos na tentativa de intimidar os americanos.

O 15 de abril marcou as celebrações do 105º aniversário do nascimento de Kim II-Sung, considerado o fundador da nação comunista, por isso foi apelidado de “Sol”.  O tom dos discursos foi de preparação para a guerra.

Analistas acreditam que após os diversos avisos feitos por Donald Trump, os norte-coreanos poderiam fazer algum teste nuclear como demonstração de força. Em 2016, no “Dia do Sol”, o país testou, com sucesso, um míssil de médio alcance. Trump já avisou que não irá permitir que isso continue ocorrendo.

Nos últimos meses, a Coreia do Norte lançou mísseis balísticos em direção ao Mar do Japão e fez diversos testes militares com mísseis capazes de carregar ogivas nucleares. No início do ano passado, Kim Jong-un respondeu a sanções da ONU em tom de ameaça: “Devemos estar dispostos a todo momento a utilizar nosso arsenal nuclear”.

Ontem, assegurou que iria ‘devastar impiedosamente’ os EUA caso seja atacado.

Enquanto isso, China e Rússia anunciaram nesta sexta-feira que tanto Estados Unidos quanto Coreia do Norte deveriam parar com as provocações militares, lembrando do perigo de iniciarem uma guerra na península coreana. Para Pequim, esta seria “uma situação onde todos perdem e ninguém ganha.” Com informações Express




Deixe seu comentário!