MENU

Cristã paquistanesa é condenada à morte por comentários sobre Maomé

"Ela está pronta e disposta a morrer por Cristo", afirma esposo de Asia Bibi


No último dia 8, a Suprema Corte do Paquistão, na capital Islamabad, finalmente ouviu o apelo de Asia Bibi, a primeira mulher cristã sentenciada à morte sob a lei de blasfêmia do país. A decisão ainda não foi anunciada e o julgamento está acontecendo em segredo. O processo pode levar semanas para seu desfecho.

Aasiya Noreen, comumente conhecida como Asia Bibi, está na prisão desde 2009. Ela recebeu a pena de morte por enforcamento, em 2010. Após supostamente fazer “comentários ofensivos” sobre o profeta Maomé durante uma discussão com uma mulher muçulmana, foi considerada culpada do “crime de blasfêmia”.

Leia mais

Desde então, vive confinada em cela solitária e sem janelas, com a saúde muito comprometida. Ela está na mesma prisão que abriga 42 assassinos, 21 ladrões, 12 sequestradores, entre outros criminosos.

Expressar a fé em Cristo em países que professam a religião muçulmana equivale a colocar a vida em risco.  No Paquistão, Asia Bibi é a única mulher no corredor da morte, numa cadeia superlotada.

Seu advogado, Saif-ul-Malook, disse que a cristã ainda tem chance de ser libertada. De acordo com ele, esse é um caso “legalmente fraco”.

Possibilidade de ser libertada

Apenas a Suprema Corte do Paquistão pode mudar a sentença de morte de Asia Bibi. Sua melhor chance será apelar ao presidente por misericórdia.

Os cristãos paquistaneses temem que, mesmo que ela ganhe o recurso e sua condenação por blasfêmia seja anulada, Bibi será vítima de grupos violentos. Existem muitos radicais islâmicos fazendo pressão pela sua morte.

Durante a sua audiência de recurso, o marido e filha de Asia Bibi estavam no Reino Unido. Eles falaram em um evento realizado por uma organização cristã, na Universidade de Lancaster, no último final de semana.

Ashiq Masih disse que sua esposa “nunca se converteria ao islamismo”. Disse também que ela está psicológica, física e espiritualmente bem. “Tendo uma fé forte, ela está pronta e disposta a morrer por Cristo”, disse ele na última sexta (5). Com informações Portas Abertas



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!