MENU

Danilo Gentili desmascara imprensa “esquerdopata” e sofre censura

Vídeo “Modus Operandi do Jornalismo” escancara viés ideológico da grande mídia


Danilo Gentili
Danilo Gentili. (Foto: Divulgação)

O humorista e apresentador Danilo Gentili veio a público neste domingo (16) fazer uma grave denúncia. Anunciando que está preparando um documentário chamado “O Limite do Humor”, ele deu uma amostra de como a grande mídia no país segue o viés ideológico da esquerda.

Mostrando prints de grandes sites e de redes sociais, Gentili mostrou como a hashtag #CalaBocaGentili foi fabricada através da utilização de robôs ligados à campanha de Ciro Gomes e teve grande repercussão, enquanto a #FalaGentili, em sua defesa e que teve alcance maior, acabou ignorada.

Leia mais

“A imprensa ao invés que cumprir a função dela, de agente de informação, acaba ocupando o espaço de agente político. O jornalista, ao invés de passar as informações e apurar os fatos, ele fica militando por seu partido, por sua ideologia, para convencer a população da verdade que ele quer construir”, assegurou.

Não é a primeira vez que o humorista reclama dessa “patrulha ideológica”. Com quase 300 mil views, o vídeo mostra com fatos como sua fala sobre a falta de “sororidade” das feministas e mulheres esquerdistas ficou evidente nesta eleição.

Comparando com campanhas em prol de Dilma Rousseff em 2014 – mulher vota em mulher – Gentili destacou que o mesmo não vale para Marina Silva e as atenções estão todas voltadas para Ciro Gomes ou Fernando Haddad, aliados de Lula.

Também mostrou como os trending topics do Twitter não são neutros, com assuntos “sumindo” e “surgindo” com destaque de maneira obscura. Assim, conseguiu ao mesmo tempo questionar o trabalho de boa parte da imprensa e fazer uma nova denúncia sobre a alardeada manipulação das redes sociais.

Admitindo publicamente que faz certas publicações no microblog – onde tem 16.3 milhões de seguidores – como ‘provocações’ pois sabe o que vai acontecer, o apresentador mostrou como há um claro “filtro ideológico” na maneira como suas falas são repercutidas.

Ilustrando com várias imagens seu argumento, Gentili criticou repetidas vezes a grande imprensa, numa tentativa de desmascarar o que chamou de “modus operandis do jornalismo” brasileiro.

O vídeo de quase 10 minutos acabou viralizou nas redes sociais e nesta segunda (17), Danilo falou ao programa Pânico na Rádio sobre o tema. Ele criticou a interferência da “patrulha do politicamente correto” e asseverou: “A patrulheira pode tudo, então tiram as coisas de contexto e vira guerra de narrativa. O lado [que a patrulha] escolheu como vilão pode falar qualquer coisa que vai sempre estar errado e o outro vira vitimismo”.

Mais tarde, usou o Twitter para reclamar do Facebook que “sem motivo algum”, bloqueou a sua página, onde o vídeo tinha cerca de um milhão de visualizações.

Tudo isso serviu apenas para comprovar que as acusações estavam corretas.

Assista!



Assuntos: , , ,


Deixe sua opinião!