MENU

“O demônio usa o aborto para eliminar milhões de vidas”, denuncia cardeal

Juan Luis Cipriani pede que a Igreja não se cale diante das tentativas de legalização da prática


Mulher grávida
Mulher grávida

O Arcebispo Primaz do Peru, Cardeal Juan Luis Cipriani, manifestou-se de forma contundente contra a interrupção da gravidez.

Durante a missa que marcou o encerramento da campanha 40 Dias pela Vida, celebrada em 4 de novembro, afirmou que o aborto “realmente é uma presença do demônio que elimina de maneira silenciosa milhões de criaturas, de vidas, diante do silêncio covarde da humanidade”.

Leia mais

Na Catedral de Lima, ele insistiu que a Igreja não poderia se manter calada diante das tentativas de legalização do aborto não apenas no Peru, mas também em diversos países da América do Sul. “Que o Senhor tenha piedade de nós. Somos cúmplices, somos a geração que se calou há décadas”, lamentou.

Cipriani foi categórico em sua fala ao lembrar a todos do que a Bíblia diz: “Não saímos de um átomo, não fomos o resultado de uma investigação… Deus nos criou e nos deixou essa marca”. Encerrou de maneira didática respondendo a questionamentos comuns. “Deus me dá a vida e como é possível que as suas criaturas matem através do aborto? Como isso é possível? O mundo está tão diabólico? Sim. Há tanto orgulho no mundo? Sim. Tantas pessoas estão nas mãos do demônio? Sim.”

 

 



Assuntos:


Deixe sua opinião!