“Deus me aceita”, diz Andressa Urach sobre tatuagens

A modelo tentou remover os desenhos, mas não suportou a dor do tratamento e desistiu


"Deus me aceita", diz Andressa Urach sobre tatuagens

Andressa Urach se converteu e tentou apagar as várias tatuagens que possui, mas o tratamento é doloroso e ela resolveu desistir de remover as imagens.

Em entrevista a um site de entretenimento ela revelou que entende que Deus a aceita mesmo com as tatuagens e por isso não irá continuar com o tratamento de remoção. “Hoje, eu já não penso mais [em remover as tatuagens], pois Deus me aceita como estou”.



Andressa frequenta a Igreja Universal do Reino de Deus e para a denominação é errado se tatuar. O bispo Edir Macedo, líder da igreja, já postou artigo em seu blog condenando quem faz tatuagem dizendo que isto é coisa “satânica”.

“A meu ver, tatuar é querer parecer com os filhos de Baal. Os filhos de Deus não devem jamais querer imitá-los, mesmo que isso contrarie as regras deste mundo podre”, escreveu Macedo.

Mas Andressa afirma que na igreja não recebe julgamentos por ter tatuagens de quando não era cristã. “Na Universal ninguém me julga pela minha aparência, mas não faria mais tatuagens”.



O assunto divide opiniões entre as igrejas evangélicas, para muitas é pecado fazer tatuagens e uma série de textos bíblicos são usados para confirmar isso. Para outras, porém, não é errado fazer tatuagens.




Deixe seu comentário!