Deus perdoa até mesmo quem não acredita nele, diz papa

Essa é a segunda vez que o líder católico fala que a misericórdia de Deus se estende aos ateus


Deus perdoa até mesmo os ateus, diz papa

Em uma carta aberta destinada ao fundador do jornal italiano ‘La Reppublica’, Eugenio Scalgari, o Para Francisco falou sobre o perdão de Deus, dizendo que ele se extende até mesmo para aqueles que não acreditam em sua existência.

Scalgaria questiou sobre os limites do perdão de Deus e recebeu a resposta do líder da Igreja Católica. “Você me perguntou se o Deus dos cristãos perdoa aqueles que não acreditam nele e que não buscam o perdão. Eu começo – e isto é uma coisa fundamental – dizendo que o perdão de Deus não tem limites se você vai a ele com um coração sincero e penitente.”



Francisco também falou sobre os descrentes seguir sua consciência. “O problema para esses que não creem em Deus é obedecer a consciência”.

Para o correspondente no Vaticano para o jornal católico ‘The Table’, Robert Mickens, a resposta do papa ao fundador do jornal La Reppublica mostra que Francisco está cada vez mais empenhado em retirar a imagem conservadora sobre a igreja deixada por Bento XVI.

“Francisco ainda é parte dos conservadores, mas isto tudo é uma forma que ele tem buscado de dialogar de uma forma mais significativa com o mundo”, escreveu Mickens.



Essa não é a primeira vez que o líder católico fala sobre a misercórdia de Deus para com os ateus. Em maio de 2013, durante um sermão, Francisco afirmou que todos os que fazem o bem, incluindo ateus, serão redimidos por Jesus.

“O Senhor redimiu todos nós, todos nós, com o Sangue de Cristo: todos nós, não apenas os católicos. Todo mundo! ‘Pai, os ateus?’ Mesmo os ateus. Todo mundo!”, disse ele que pregava segundo um texto de Marcos.




Deixe seu comentário!