Dilma Rousseff sugere que cachorro também é “família”

Fanpage da presidente faz crítica velada ao Estatuto da Família


Dilma sugere que cachorro também é "família"

Em meio aos debates no Congresso sobre o chamado “Estatuto da Família”, uma postagem na página oficial da presidente Dilma Rousseff chamou atenção pelo inusitado.

Embora os brasileiros já estejam acostumados com as declarações um tanto confusas da governante, a imagem deveria representar vários tipos de família. O texto que a acompanha diz:

“De acordo com os últimos censos do IBGE, o perfil das famílias brasileiras vem mudando no decorrer do tempo… O Censo de 2010 enumerou 19 laços de parentesco, contra 11 do Censo de 2000, para que fosse possível cobrir todas essas mudanças. No próximo levantamento, o número provavelmente será ainda maior. Para nós, o que importa é o afeto que une as pessoas”.

Como é comum nas redes sociais, logo surgiram milhares de comentários. Muitos faziam piada com o fato que a ilustração da postagem trazia uma mulher acompanhada de um cachorro. Há quem perguntava se isso seria um “laço de parentesco”.

Família segundo Dilma
Postagem polêmica.

Uma grande quantidade de pessoas reclamou com a presidente da ação dos políticos evangélicos, que defendem que família é formada apenas por homem e mulher.

Não por coincidência, a grande maioria atacava os valores defendidos pelos políticos evangélicos.

Cachorro é Família
Cachorro pode constituir família, segundo presidente.

“Então vete o que essa bancada evangélica quer fazer, tenha coragem de impedir essa loucura deles!”, pedia um dos comentários, que foi curtido quase duas mil vezes. Outro partiu para o ataque: “Veta essa avacalhação de uma vez! E comece a tributar as igrejas!”. Alguns pediram inclusive que Dilma “extermine” os evangélicos em nome de um país laico.




Deixe seu comentário!