Técnico do Ituano glorifica a Deus por título paulista

Doriva prega durante entrevista à Rede Globo


Técnico do Ituano glorifica a Deus por título paulista

O paulista Dorival Ghidoni Jr, o Doriva, 41 anos, foi jogador de São Paulo e Atlético Mineiro no Brasil, foi convocado para a Seleção Brasileira e jogou a Copa de 1998. Na Europa passou por clubes como Porto, Celta de Vigo, Sampdoria, Middlesbrough e Blackpool.

Agora sua carreira como treinador ganha atenção nacional após o Ituano vencer o Santos na final do Campeonato Paulista.

Após a derrota no tempo normal, a partida foi para os pênaltis. Antes das cobranças Doriva orou com a comissão técnica. Durante os chutes da marca penal, era possível ver vários jogadores orando. O goleiro Vágner levantava as mãos para o céu e agradecia quando o Santos perdia pênaltis, um foi na trave e ele defendeu um.

Imediatamente após a última cobrança, o repórter da Globo abriram os microfones para perguntar como o técnico se sentia.

Para surpresa de muitos, Doriva, que é um evangélico comprometido, deu um testemunho de fé, algo bem diferente do que geralmente os seus companheiros fazem.

Ele foi direto “Toda a glória é do Senhor Jesus. É por Ele e para Ele todas as coisas na minha vida. Eu louvo a Ele por que Ele tem honrado o trabalho das minhas mãos. Ele está acima de tudo. É honra de Deus sobre a Terra. Quem der crédito a Palavra de Deus recebe bênçãos sobre a Terra. Eu louvo a Deus por isso”.

Assista:




Deixe seu comentário!