Conheça mais sobre as palestras e plenárias apresentadas no 41º Encontro Sepal

Com foco principal na Família e Igreja, preletores discutem a importância desta união para o reino de Deus.


Conheça mais sobre as palestras e plenárias do Encontro Sepal

A família de Deus é a expressão de uma comunhão encontrada originalmente na Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo) e, portanto, a melhor evidência da trajetória vivida sob o signo do Reino.

Os valores de justiça, paz e alegria, marcas do Reino de Deus, precisam estar presentes mais densamente na vida da Igreja, transbordando para os relacionamentos familiares e, de lá, permeando toda a sociedade.

É para falar sobre este importante tema que a Sepal planejou para seu 41º Encontro a proposta “Uma Igreja chamada Família”, que contará com diversas palestras, ministradas por líderes evangélicos.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


Para que os interessados já possam entender um pouco mais a proposta do evento, seguem abaixo algumas sinopses das falas que serão apresentadas:

Jorge Nishimura, um dos preletores, enfocará os principais motivos que têm fragilizado as famílias atualmente. Além disso, falará também sobre a importância de todos – não somente pastores e líderes – governarem bem seus lares, apresentando um programa para ajudá-las neste processo.

Outro preletor, Caio Batista, fará uma abordagem diferente sobre a família e a Igreja. Ele falará principalmente sobre “Como lidar com diagnósticos de doenças graves na comunidade”, enfatizando a importância da Igreja no auxílio a famílias que passam por situações difíceis de enfermidades.

Já Esther Carrenho, abordará a importância da conscientização de líderes em ter compaixão com os que sofrem por falta de oportunidade para se expressarem.

“A não expressão dos sentimentos os cristaliza, transformando-os em doenças e transtornos que afetam a pessoa e a todos que estão por perto. Cristo expressou seu sentimento de ira, medo, cansaço, solidão e abandono.”, 
diz.

Já o preletor Russell Shedd defende a importância da Igreja voltar a expressar  a grande dedicação ao amor, à oração e ao discipulado, funções básicas dessa instituição.

Por fim, Carlos Catito fala sobre as etapas do ciclo vital da família, verificando o que pode ser aprendido em cada uma delas. Também será objeto de sua fala uma análise da relação homem-mulher em três momentos principais da narrativa bíblica: criação, queda e redenção.

Estas são apenas algumas sinopses de palestras que serão ministradas no 41º Encontro Sepal. Quem quiser saber mais sobre o evento ou fazer a inscrição para participar dele deve consultar o site  www.sepaleventos.org.br.




Deixe seu comentário!