“Cristão tem de pensar, e muito!”, pede artista evangélico

Desenhista que Pensa quer pregar o evangelho e salvar o Brasil do comunismo


"Cristão tem de pensar, e muito!", pede artista evangélico

“Desenhista que pensa” é a página e o pseudônimo de um artista evangélico, membro da Assembleia de Deus. A opção pelo anonimato é uma forma de evitar a superexposição virtual de sua vida pessoal, não de seu talento.

Segundo contou ao Gospel Prime, sua motivação foram as muitas páginas com tirinhas esquerdistas e anticristãs no Facebook. Decidiu devolver na mesma moeda, usando cartoons e animações para trazer ao povo “uma nova reflexão sobre as coisas que as pessoas aceitam sem pensar”.

Como tantos de sua geração, observa que existe um movimento intelectual pobre na nação, onde embora multidões tenham ido para a rua, as mudanças não acontecem. Se para muitos ele é só um representante do “movimento coxinha”, seu posicionamento é claro. Pelo evangelho e contra a onda ateísta e comunista que disputa os corações e mentes da juventude brasileira.


  Realize o Seu Sonho de Tocar Piano sem Sair de Casa. Comece Agora!


As armas do “Desenhista que pensa” estão apontadas para o discurso inconsistente, travestido de politicamente correto, que grassa nas redes sociais do país. Acredita que existe muito “marxismo inconscientemente inserido”. Com senso de humor, ele destrói muitas dessas ideias em suas tirinhas postadas diariamente na internet. Ao mesmo tempo, responde com preceitos cristãos, incluindo versículos em muitas delas.

Conta que observa como a esquerda e o ateísmo criam mentiras e fábulas sobre o cristianismo, para conseguir levar o movimento adiante. Com isso, todo evangélico acaba tachado de “direitista” e “fundamentalista”, conceitos hoje tão distorcidos. Por isso, mesmo com pouco tempo, os quadrinhos do Desenhista acabaram se tornando populares entre quem pensa diferente. Para o cartunista, isso determina seu posicionamento, por exemplo, favorável a líderes políticos como o deputado Marco Feliciano.

Cartoon - Desenhista que Pensa
Tirinhas do Desenhista que Pensa.

Obviamente, acaba recebendo muitas críticas e, como tem se tornado comum, até ameaças de morte. Curiosamente, ele comemora. “Fico muito contente, pois vendo isso tenho certeza que estou no caminho certo”. Quem acompanha seu trabalho vê os “prints” que ele posta, mostrando a triste realidade da guerrilha virtual contra os valores cristãos.

O Desenhista acredita que a Igreja brasileira, refletindo uma característica cultural, deveria usar mais as artes como uma maneira de expressar a fé e comunicar o evangelho. Isso influenciou a escolha do seu “sobrenome artístico”.

Ele justifica: “a maioria dos artistas brasileiros são influenciados, eles não pensam, acreditam em tudo que apresentam para eles como verdades, nem chegam a contestar ou observar por diversos ângulos o mesmo tema”. Para ele, o movimento atual é orquestrado e precisamos estar atentos. “Todo cristão tem de pensar, e muito!”, pede.

Uma de suas mais recentes produções é uma animação sobre o que significou a morte de Jesus na cruz. Para o Desenhista, “o fim do mundo está muito próximo, e é preciso alcançar o máximo de pessoas possíveis”.

Quem quiser conhecer mais seu trabalho, pode acessar www.facebook.com/desenhistaquepensa




Deixe seu comentário!