MENU

Evangélicos são protagonistas na luta contra corrupção em Brasília

Procurador batista e deputado luterano se esforçam pela aprovação das “10 Medidas”


Na tarde desta terça-feira (9), ocorreu em Brasília mais uma audiência pública da Comissão Especial de Combate à Corrupção, que debate as “10 medidas contra a corrupção”. Ela estuda como essas propostas deverão ser implementados no país, através do Projeto de Lei 4850/16.

As medidas são fruto de uma ação pública idealizada pelo Ministério Público, surgida na esteira do sucesso das investigações da Operação Lava Jato. Foram levadas até a Câmara dos Deputados mais de dois milhões de assinaturas recolhidas em todo o país.

Leia mais

Entre as propostas estão ações práticas para coibir a corrupção, como aumento das penas, maneiras de acelerar os processos, maior responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa dois.

O relator da Comissão é o deputado Onyx Lorenzoni (DEM/RS), que já listou as 96 pessoas a serem ouvidas pela comissão, incluindo alguns críticos à proposta. As audiências públicas devem durar até o início de outubro.

Hoje foi ouvido o procurador da República da 2ª Vara Federal Criminal no Paraná, Deltan Dallagnol. Ele é o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato que vem investigando nos últimos dois anos os crimes de corrupção na Petrobras.

Tanto Deltan quanto Onyx são evangélicos.

O deputado Lorenzoni é luterano. Membro da Frente Parlamentar Evangélica, desde seu primeiro mandato como deputado federal, há 12 anos, é considerado um dos 100 parlamentares mais influentes do Congresso pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar.

Foi membro de 10 CPIs, entre elas a CPMI dos Correios, a CPMI do Cachoeira e da CPMI da Petrobras. Sua luta contra a corrupção no país é bastante conhecida.

Já Dallagnol é membro da Igreja batista do Bacacheri, em Curitiba, desde a infância. Estudioso da Bíblia, já afirmou em entrevistas que cogita se tornar pastor depois que se aposentar do serviço público.

A biografia de seu perfil nas redes sociais deixa claro quais são as suas prioridades na vida: “Seguidor de Jesus, Marido e Pai Apaixonado, Procurador da República por Vocação e Mestre em Direito por Harvard”.

Cristão deve estar comprometido com a transformação da sociedade

Em palestra recente no Paraná, ele conversou com o portal Gospel Prime sobre sua atuação como parte da Força-Tarefa que vem modificando o cenário político brasileiro.

No final de sua fala, citou o versículo de Gálatas 6:7 “porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará”. Questionado se vê Deus agindo em todo esse processo de mudanças no país, faz questão de frisar que, como profissional defende o Estado Laico.

Porém, como indivíduo admite: “Minha visão de mundo faz parte de quem eu sou. Isso acaba extravasando no modo como a gente exerce a profissão”. Explica também que, no seu ponto de vista, “o cristão, em razão dos valores e princípios bíblicos é uma pessoa que deve ser comprometida com a transformação da sociedade para o bem. Se nós vemos um mal que sangra nosso pais, como é a corrupção, ele precisa ser estancado”.

Finalizou dizendo que não acredita estar trabalhando sozinho. Para ele é necessário o esforço conjunto de todas as pessoas de bem. “Essa é uma janela de oportunidade. Temos de agir e gerar transformação.”.

[youtube code=”P99Bg6lZAeM”]



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!