Evangelista nascido sem braços dá seu testemunho: “vivo pela graça de Deus”

Daniel Ritchie acredita que as igrejas deveriam valorizar mais as pessoas com deficiência


Daniel Ritchie
Daniel Ritchie. (Foto: Divulgação)

Um homem que nasceu sem braços está transformando sua deficiência em um testemunho da bondade de Deus em sua vida. “Eu faço tudo com meus pés, pois nasci sem braços. Mas isso não me limita”, escreveu o evangelista Daniel Ritchie em um recente post repercutido pela Fox News.

“Pela graça de Deus, pude viver uma vida plena, que incluiu me formar na faculdade, casar com minha melhor amiga Heather, criar dois lindos filhos e servir no ministério por mais de uma década. O modo como vivo minha vida não é muito diferente do que qualquer outra pessoa.”

No entanto, Ritchie enfrentou uma intimidação implacável na infância e adolescência. “Eu me lembro de voltar para casa após ter ido com minha mãe ao supermercado, aos sete anos de idade. Voltei chorando porque alguém me disse coisas ofensivas. Houve uma situação em que minha família teve de sair de um restaurante porque eu estava comendo com os pés”, relata.

A constante rejeição destruiu sua autoconfiança, em especial quando ele estava na escola. “Foi nessa época de solidão e negatividade que me deparei com um Salmo na Bíblia que mudaria minha perspectiva e minha vida. Era o Salmo 139, onde o rei Davi louva a Deus por tê-lo formado enquanto ainda estava no ventre de sua mãe. No versículo 14, ele diz: ” Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Disso tenho plena certeza”, lembra Ritchie.

Este texto não só mudou a visão sobre si mesmo, mas sobre os outros também. “Eu não era mais quem as pessoas diziam que eu era. Eu era quem Deus disse que eu era”, assegura. “Foi nessa época que algo ainda mais surpreendente aconteceu. Comecei a ver os outros como criações maravilhosas também.”

Desde que entregou sua vida a Jesus, ele vem usando seu testemunho de vida em seu blog e mídias sociais para inspirar outros. Já compilou parte do material em um livro biográfico chamado “My Afflication for His Glory” [Minha aflição para Sua glória], ainda inédito no Brasil.

Ritchie diz que sua missão de vida é simplesmente compartilhar o evangelho: “Eu sou apaixonado pela ideia de ir a todo o mundo anunciando o evangelho, glorificar a Deus em tudo que faço, ajudar a fazer discípulos e encorajar os crentes com a história da graça de Deus em minha vida”.

Formado em teologia, ele diz que gostaria de ver as igrejas darem mais espaço para as pessoas com deficiência. “Seja um paralítico, um cego ou um autista. Se elas entenderem o valor que Deus nos dá, assumirão a responsabilidade para ir e fazer discípulos como qualquer outro cristão”, encerra. Com informações de CBN





Deixe seu comentário!