Ex-jogador Kaká revela como venceu a depressão: “Entendi que sou filho de Deus”

Em seu testemunho enfatizou o quanto as redes sociais podem piorar a doença


Ex-jogador Kaká revela como venceu a depressão

Durante o “Janeirão”, evento da Igreja Batista do Povo, na Vila Mariana, em São Paulo, o ex-jogador Kaká contou sobre o pior momento de sua vida, o qual foi marcado por uma profunda depressão. O atleta tinha acabado de sair do Real Madrid em 2013, onde não teve um bom desempenho no time. Por isso, partiu para o Milan, mas logo em seu primeiro dia de jogo foi surpreendido por por uma lesão.

“Tinha saído de um lugar onde eu não era desejado pelo público, para ficar em outro e me sentir melhor. Mas acabei me machucando logo na primeira partida e meu médico disse que eu ficaria seis semanas sem jogar. Cheguei a ligar para o presidente e dizer que iria encerrar a carreira. Fiquei muito triste em ver que nada estava dando certo dentro de campo. Comecei a questionar Deus por isso. Foi aí que descobri que estava com depressão. Tinha dúvidas sobre minha identidade. Não sabia mais quem eu era. É uma situação bem delicada”, detalhou.

Assim como muitas pessoas, Kaká achava que tudo não passava de uma frescura emocional e ainda tinha vergonha de tomar os remédios. Mas depressão é uma doença e precisa ser tratada assim como qualquer outra. Apenas após o ex-jogador perceber a gravidade da sua situação que começou a melhorar.

“Não tinha animo e acordava chorando […] Só comecei a melhorar quando me abri para profissionais e para a minha família, que me convenceram a tomar os remédios.”

Para ele, a identidade havia se perdido, pois não sabia se era o melhor ou o pior jogador do mundo. Porém, quando reconheceu que, independente do título, ainda era filho de Deus, tudo mudou. “As pessoas colocaram rótulos em mim e quando eu percebi que eu não era o que falavam a meu respeito e sim filho de Deus, recuperei minha identidade. Só consigo ver tudo isso como uma maneira de estreitar o meu relacionamento com Deus”, ressaltou.

Durante seu testemunho de aproximadamente uma hora e meia, Kaká ainda alertou que as redes sociais podem intensificar essa doença, porque nelas as pessoas julgam as outras pelo que elas fazem e não pelo que elas realmente são.

“As redes sociais podem ser muito perigosas. Nelas, as pessoas podem dizer qualquer coisa e você não é o que as elas dizem. Não é verdade. Você precisa buscar a sua identidade. Se está passando por essa situação de depressão, procure os profissionais ou um líder espiritual. É muito importante falar com pessoas mais experientes sobre seu problema”, aconselhou.

O atleta ainda aproveitou a oportunidade para agradecer a mãe e a avó por terem lhe conduzido pelo caminho da verdade, pois só assim ele pôde viver os verdadeiros planos de Deus em sua vida.

Acesse a participação completa:

Posted by Canal Jovem on Monday, January 29, 2018




Deixe seu comentário!