MENU

Ezequiel Teixeira busca reeleição, focado em plataforma de defesa dos valores cristãos

Pastor se manifesta contra o “lixo moral” que está sendo imposto sobre o povo


Ezequiel Teixeira
Ezequiel Teixeira. (Foto: Divulgação)

Neste sábado (4), o deputado federal Ezequiel Teixeira (Podemos/RJ) lançou sua candidatura à reeleição ao lado de Romário, que concorrerá ao governo do Rio de Janeiro.

Em um discurso entusiasmado, o apóstolo da Igreja Projeto Vida Nova, destacou que continuará defendendo os valores cristãos no Congresso e disse estar convicto que “a alegria e a paz vão voltar à nossa nação”. Defendendo Álvaro Dias como “um dos melhores quadros” na corrida presidencial, disse que o povo brasileiro “não pode ter medo da mudança”.

Leia mais

Nos últimos dias ele vinha se posicionando fortemente contra o “lixo moral que querem impor sobre o povo”. Assim que o Supremo Tribunal Federal começou as audiências públicas que tratam da possibilidade de legalização do aborto, ele soltou uma nota de repúdio.

“Como cristão e defensor da vida, externo meu profundo repúdio a qualquer tentativa de legitimar a mortandade de inocentes, com a descriminalização do aborto. Na realidade, o que vai acontecer é um verdadeiro genocídio de crianças. O ativismo do STF pretende aniquilar os valores da família e os princípios bíblicos. Esse tema é de competência do legislativo e a lei é clara: ABORTO é crime!”, afirmou.

Em entrevista ao Gospel Prime, avaliou que estamos vendo “a iniquidade se multiplicando e as pessoas perderam a noção e o temor a Deus”. Mesmo assim, a postura de um cristão não pode ser de conformismo.

“Nós não podemos nos calar diante disso”, assegurou, lembrando de sua luta durante o mandato como deputado para impedir que sejam aprovadas leis que violem a consciência dos cristãos e prejudiquem a família.

Recentemente, ele veio a público se manifestar contrário o vilipêndio à fé cristã manifestada pelo cantor Johnny Hooker, que viralizou nas redes com um vídeo onde chamava Jesus de “travesti” durante uma apresentação em Garanhuns (PE).

Também lamentou as tentativas constantes de grupo de esquerda em impor sua agenda. “A ideologia de gênero é perversa, que veio para atacar as famílias. Na Comissão de Direitos Humanos da Câmara, tenho defendido a igreja e a liberdade religiosa, travando uma luta dura contra o ativismo LGBT”, destacou.

Encerrou dizendo que enquanto for deputado, atuará em prol do bem de todo o povo brasileiro e que “as portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja”.



Assuntos: , ,


Deixe sua opinião!

Mais notícias