Fiel evangélica ganha indenização por fofoca na igreja

“Revelação” sobre adultério causou constrangimentos à vítima


Fofoca
Fofoca

Segundo decisão da 18ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, uma mulher que foi alvo de boatos na igreja evangélica que frequenta tem o direito de receber indenização por “calúnia e difamação”.

Segundo os autos, dois fiéis afirmaram ter recebido uma “revelação divina” dando conta que a mulher teria traído o marido.

A Justiça do Rio entendeu que cada um deles deverá pagar R$ 5 mil à vítima por terem espalhado a informação entre os membros da igreja. Com informações O Globo




Deixe seu comentário!