MENU

Franklin Graham pode ter cruzada evangelística cancelada por ser “politicamente incorreto”

Pastor é acusado – até por evangélicos ingleses - de ser “homofóbico” e “islamofóbico”


Franklin Graham
Franklin Graham

Assim como aconteceu no Canadá no início deste ano, uma cruzada de Franklin Graham programada para ocorrer na Inglaterra em 2018 está atraindo a ira dos liberais, incluindo uma parcela dos evangélicos.

Mais de 6300 pessoas assinaram um abaixo-assinado, incluindo vários deputados do Parlamento do Reino Unido, pedindo que Graham seja impedido de entrar no país. Ele irá ao país para o “Festival da Esperança”, em Blackpool, programado para setembro de 2018. O evento é organizado pela Associação Evangelística Billy Graham, fundada por seu pai e dirigida por ele.

Leia mais

A petição é endereçada à secretária de Estado para os Assuntos Internos, Amber Rudd. Os responsáveis por ela reclamam que os comentários de Franklin sobre os LGBTs e os muçulmanos, “promovem o preconceito e o ódio”.

A postura pública do evangelista é conhecida. Ele não se preocupa com o discurso politicamente correto e classificou diversas vezes a prática homossexual de pecado e alertou que os islâmicos estavam adorando a um “falso deus”. Por causa disso, foi taxado repetidas vezes de “homofóbico” e “islamofóbico”.

O deputado Gordon Marsden, disse à imprensa que a visita de Franklin “não seria uma coisa boa. Na minha visão o que ele faz não é muito cristão. As crenças de Graham são incompatíveis com o que Jesus ensina na Bíblia”. Já Afzal Khan, um deputado islâmico que nasceu no Paquistão e imigrou para a Inglaterra quando criança, reclama que a visão do evangelista “não é bem-vinda” no país.

Alguns pastores anglicanos, adeptos da teologia liberal, que aceitam o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo e consideram os muçulmanos seus ‘irmãos’, disseram que não se sentem representados no evento. Eles fazem parte do mesmo grupo que tentou impedir a visita de Donald Trump ao Reino Unido, no início do ano. Apesar de terem mais de um milhão de assinaturas contrárias, o republicano visitou o país.

A postura conservadora de Franklin Graham é bastante conhecida. Contudo, ele nega os rótulos atribuídos a ele. A Bolsa do Samaritano, braço de ação social do seu ministério, muitas vezes ofereceu comida e cuidado médico a crianças de países muçulmanos, como o Iraque.

Falando ao Christian Post, um representante da Associação Evangelística Billy Graham, disse que eles estão trabalhando em parceria com as igrejas de Blackpool e que este “será um evento positivo e encorajador, com música e a mensagem de Franklin Graham sobre a esperança que só podemos ter por intermédio de um relacionamento com Jesus Cristo”.



Assuntos: ,


Deixe seu comentário!


Mais notícias