MENU

Franklin Graham: “A esquerda está tentando destruir Trump”

Evangelista elogiou o presidente dos EUA por sua defesa do cristianismo


Franklin Graham e Donald Trump
Franklin Graham e Donald Trump

O presidente Donald Trump completa um ano na Casa Branca sob pesadas críticas e colecionando polêmicas por não seguir a linha “politicamente correta” de Barack Obama.

Após seus comentários sobre os países de onde vem a maioria dos imigrantes dos EUA, vários pastores que antes o apoiavam decidiram romper com ele. Mas durante o programa Fox and Friends deste domingo (21), o pastor Franklin Graham saiu em defesa de Trump.

O filho de Billy Graham e um dos maiores apoiadores do presidente desde a campanha disse que o republicano está preocupado com a liberdade religiosa das pessoas de todo o mundo, algo que desagrada muita gente. Afinal, ele está defendendo as minorias religiosas do Oriente Médio, em especial os cristãos.

Leia mais

“Eu bato palmas para o que ele fez neste primeiro ano, mesmo que venha sendo atacado desde o primeiro dia”, disse Graham. “A esquerda está tentando destruir esse homem. É quase como se estivéssemos em meio a um ‘golpe de Estado’ digital, é isso que [a mídia] fazem. Eles estão querendo forçá-lo a sair do poder, estão querendo assumir o controle do governo. Nós precisamos orar por esse homem”.

Segundo o pastor, “Ele é o presidente. Se você votou nele ou não, não importa. Se ele for bem-sucedido, todos nós também seremos. Se ele falhar, todos nós falhamos”.

Graham também listou o que ele considera serem os triunfos de Trump no ano passado. “O Estado Islâmico foi derrotado no Iraque e na Síria… Precisamos dar a ele o crédito por isso… Para mim, como cristão, é preciso apoiar o trabalho que ele faz. Ele é um homem de negócios, não é um político, o que eu acho que acaba sendo tão bom. Ele não joga pelas regras do mesmo jogo político de sempre. Ele é um empresário tentando consertar um sistema quebrado”.

Embora reconheça que Trump “não é o presidente perfeito, pois tem suas falhas como todos nós”, o dever de todo cristão é orar pelas pessoas em posição de autoridade. “Como cristão, eu o apoio e oro por ele… eu digo ‘Deus abençoe este homem’ e vamos avançar”

Para o pastor, Trump é “o presidente que eu já vi que mais defendeu o cristianismo”. Em diversas vezes falou sobre Jesus em público e “Esse é o nome que [este mundo] odeia”. Com informações de CBN e Fox News



Assuntos: ,


Deixe seu comentário!


Mais notícias