Gravação mostra bispo Marcos Pereira em suposto acerto de propina com Joesley

Ministro de Michel Temer tem novamente seu nome associado com pagamentos de propinas


Joesley gravou acerto de propina com Marcos Pereira

O ministro da Indústria e Comércio Exterior –  bispo licenciado da Universal – Marcos Pereira voltou a ter seu nome associado com o pagamento de propinas. Em um áudio divulgado pelo Joesley Batista, um dos donos da JBS, ele teria acertado o repasse de R$ 6 milhões.

O empresário afirmou em sua delação premiada que havia feito a transação e agora entregou aos investigadores a gravação de uma conversa que, confirmaria a negociação com o ministro.



Joesley diz que o ministro pegou R$ 700 mil num encontro na casa do empresário. A entrega teria ocorrido no dia 24 de março. O áudio foi revelado pela Veja.

Segundo a revista, o empresário teria pago a propina para obter um empréstimo de R$ 2,7 bilhões na Caixa, ainda no governo Dilma. O acerto foi por um vice-presidente da instituição, indicado na cota do PRB, partido presidido por Pereira.

No áudio é possível ver o ministro dizer que está muito feliz no governo Temer. Ele e Joesley fazem contas de diferentes pagamentos, que seriam parcelas da propina. Pereira lembra o empresário da conta onde devia ser depositada o valor do pagamento daquele dia.



Mesmo sem saber que estava sendo gravado, Marcos Pereira se mostra cauteloso. Ele não usa a palavra dinheiro, mas Joesley deixa claro do que se trata ao usar a mais de uma vez a palavra ‘saldo’:

O ministro emitiu uma nota, dizendo que não deseja comentar “pretensas gravações ilícitas” e que seus advogados já manifestaram ao STF sua intenção de “aclarar os fatos” e “mostrar sua inocência”.




Deixe seu comentário!