Grupo quer distribuir livros satanistas em escolas públicas

Para os satanistas a ação tem garantias na Constituição dos EUA.


Grupo quer distribuir livros satanistas em escolas públicas

Em nome do “politicamente correto” e do “Estado laico”, um grupo satanista está anunciando que irá distribuir livros infantis ensinando a adoração a Satanás em escolas públicas. Para ele, trata-se apenas de garantia constitucional da liberdade religiosa.

Os conflitos entre ateus e cristãos sobre a distribuição de literatura em escolas públicas dos Estados Unidos chamou a atenção da mídia. Mas o grupo Templo Satânico, sediado em Nova York, pretende oferecer livros de colorir às crianças que frequentam escolas públicas. Contudo, negam que a intenção seja atrair as crianças para sua religião.

Representantes da cidade de Orlando, na Flórida, disseram que ainda não receberam pedidos formais para a distribuição dos livros, mas que se reservam o direito de revisar todos os materiais que sejam oferecidos aos alunos.

A questão é que muitos grupos cristãos distribuem rotineiramente material bíblico e os satanistas exigem os mesmos direitos. Por isso, inicialmente ativistas ateus reclamaram de “discriminação” e o Conselho Escolar passou a permitir que materiais religiosos de todos os grupos, incluindo ateus, fossem distribuídos aos alunos.

O grupo Templo Satânico tem chamado atenção da mídia por sua luta pelo direito de ser reconhecido em termos de igualdade com todos os demais grupos religiosos. Eles já pediram autorização para colocar uma estátua de Satanás ensinando duas crianças no Estado do Oklahoma. Os adeptos da seita acreditam que Satanás é o “eterno revoltado contra o tirano supremo”, que seria Deus. Também insistem que as escolas públicas não deveriam ensinar religião alguma, pois a constituição afirma o Estado laico.

Os pastores da Flórida já se manifestaram contrários a essa iniciativa. Para eles, esse tipo de literatura é prejudicial para as crianças e a sociedade como um todo e prometem recorrer à justiça para impedir a distribuição. Com informações de Christian Headlines, WVENTV e CBS




Deixe seu comentário!