Helena Tannure defende Ana Paula Valadão: “Mulher de Deus”

“Todo dinheiro que ela ganhou, ela investiu em missões”, revelou.


Tannure defende Ana Paula Valadão: "Mulher de Deus"

A cantora Helena Tannure tornou-se conhecida depois de permanecer, por mais de dez anos, como integrante da formação clássica da banda mineira Diante do Trono. E, durante a conferência As Aparências Enganam, ocorrida na cidade de Americana, aproveitou para falar de sua relação com Valadão.

A principal motivação que fez Tannure falar de Ana Paula Valadão, ali, foi para estabelecer sua tese acerca de estigmas, estereótipos e visões superficiais que seres humanos podem ter dos outros.

“Muita gente acha que Ana Paula é rica. Não é. Todo dinheiro que ela ganhou, ela investiu em missões. As aparências enganam”, afirmou Tannure, que ainda usou-se de exemplos.

Helena afirma que, mesmo no auge comercial do Diante do Trono, quando lançou Preciso de Ti em 2001, Ana Paula morava de aluguel e, tinha, perto da cama, “um caixote de frutas, que ela forrava com um paninho”.

“Ela está bem vestida, tem uma voz que não te agrada porque é aguda demais e as pessoas falam: ‘Que menina nojenta, metida, chata’. Ela é uma mulher de Deus. Muito do que eu aprendi sobre o cristianismo foi olhando a vida da Ana”, contou.

Helena justifica, ainda, com base nas gravações que eram anuais da série Diante do Trono. Ela conta que exceto o show que gerou o álbum A Canção do Amor (2008), todos os eventos promovidos pela banda para seus futuros CDs e DVDs eram gratuitos.

“De onde saiu esse dinheiro? Ana abriu mão de seus direitos autorais para sobrar dinheiro para produzir mais material e mandar o valor restante à Índia. Quantas meninas foram tiradas da prostituição pelo ministério Diante do Trono?”, questionou.

“É muito fácil agora as pessoas ficarem criticando porque Ana combate a ideologia de gênero publicamente. ‘A irmã perdeu a cabeça’. Não estou pintando Ana como uma santinha, estou querendo mostrar para você a perspectiva de quem está vendo de dentro”, justificou-se.

Assista:




Deixe seu comentário!