Igreja Anglicana pode autorizar a cerimônia religiosa para união de homossexuais

A palavra casamento não será usada para designar a reunião, pois eles acreditam que casamento é só entre homem e mulher


Igreja Anglicana pode autorizar a cerimônia religiosa para união gay

A Igreja Anglicana está estudando aprovar uma cerimônia especial para realizar união de pessoas do mesmo sexo. A palavra “casamento” não será adota, pois os bispos acreditam que o casamento é apenas entre homem e mulher.



Na Inglaterra a união civil entre gays já está autorizada e diante desta possibilidade o líder da igreja, Justin Welby, resolveu que deveria rever suas ideias sobre sexualidade.

Um grupo de bispos já começaram a estudar a possibilidade de realizar essa cerimônia para unir homossexuais. Mesmo tendo o aval do líder, há muitos bispos que são contra e por este motivo o documento final acabou não sendo aprovado.


  Programa que ensina a Bíblia vira febre na Internet


Um dos integrantes do grupo se negou a assinar o documento e agora a Igreja Anglicana está sendo acusada de mudar o que prega há séculos. Assim como ele outros bispos também são contra e a novidade pode gerar uma cisão na denominação.



Welby foi contra a aprovação da legalização da união civil, mas depois reavaliou o caso e resolveu relevar. Os bispos que são favoráveis dizem que a Bíblia é inconclusiva em relação à homossexualidade.




Deixe seu comentário!